Auxílio Emergencial: Pagamento da 4ª parcela hoje para dois grupos diferentes; saiba quais

Confira as últimas novidades do auxílio emergencial

0

A Caixa Econômica Federal segue com os créditos do auxílio emergencial 2021 e nesta terça-feira (20) ocorre o pagamento da 4ª parcela para dois grupos diferentes.

O benefício será pago nesta data para os trabalhadores que se inscreveram pelo site ou aplicativo, ou inscritos no Cadastro Único, com nascimento em março. E além desse grupo, recebem também os inscritos no Bolsa Família, com Número de Identificação Social (NIS) com dígito final 2.

Para os dois públicos a regra das parcelas é a mesma, ou seja, o benefício será pago conforme a composição familiar. Sendo assim, o valor de R$ 150 vai para as famílias com um único integrante; R$ 250 para casais e famílias com duas ou mais pessoas; e R$ 375 para famílias onde as mulheres sustentam sozinhas o lar.

Os recursos recebidos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais. Além disso, os beneficiários também conseguem movimentar os recursos usando o Caixa Tem na Rede Lotérica.

Balanço do auxílio emergencial

O Governo Federal encerrou a etapa de pagamentos e saques da terceira parcela do auxílio emergencial 2021. Os créditos foram finalizados no dia 30 de junho e os saques encerraram nesta segunda-feira (19).

Somando as três etapas de pagamentos, o investimento federal chegou a R$ 26,3 bilhões, incluindo todos os públicos, em um total de 114,09 milhões de transferências.

Além disso, na terceira etapa da operação, foram beneficiadas mais de 37 milhões de pessoas de forma direta, sendo 27,3 milhões de pessoas do Cadastro Único e do Extracad (ingressaram no auxílio através de aplicativo) e 9,8 milhões de famílias do Programa Bolsa Família (PBF), em um investimento de pouco mais de R$ 8,5 bilhões.

Ainda mais, no dia 5 de julho, o presidente da República, Jair Bolsonaro, editou o Decreto 10.740 que prorroga, pelo período complementar de três meses, o pagamento do auxílio emergencial 2021, instituído pela Medida Provisória nº 1.039, de 18 de março de 2021. Dessa forma, o benefício que tinha a previsão inicial de ser pago em quatro parcelas, agora chega a sete no total.

Confira ainda: Auxílio emergencial: Como realizar a consulta pelo CPF

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.