Auxílio Brasil: Valor liberado para saque; veja quem pode

Valor mínimo de R$ 400 é repassado sempre em dias úteis

0

Nesta sexta-feira (24), o Auxílio Brasil será creditado para um novo grupo de beneficiários. A saber, será a vez daqueles que possuem Número de Identificação Social (NIS) com dígito final 6.

De acordo com o Ministério da Cidadania, a folha de pagamentos de junho do programa social alcança um total de 18,15 milhões de famílias.

Auxílio Brasil: Valor liberado para saque; veja quem pode
Foto: Reprodução

Auxílio Brasil pode ser movimentado pelo Caixa Tem

O Auxílio Brasil é o programa de transferência de renda do governo federal, que substitui o Bolsa Família e entrou em execução em novembro de 2021.

A saber, o pagamento é realizado em conta Poupança Social Digital, e na mesma data do crédito, o beneficiário já pode utilizar o valor, seja digitalmente, seja para saque em espécie.

Vale destacar que para os dois casos, o aplicativo Caixa Tem pode ser utilizado.

Sem dúvida, os beneficiários têm pressa para receber o valor, mas vale explicar que o prazo para realizar o saque ou a movimentação do saldo é de 120 dias, contados a partir do crédito de acordo com o calendário.

Confira a programação dos pagamentos, sempre em dias úteis:

  • NIS de final 1 – 17 de junho;
  • NIS de final 2 – 20 de junho;
  • NIS de final 3 – 21 de junho;
  • NIS de final 4 – 22 de junho;
  • NIS de final 5 – 23 de junho;
  • NIS de final 6 – 24 de junho;
  • NIS de final 7 – 27 de junho;
  • NIS de final 8 – 28 de junho;
  • NIS de final 9 – 29 de junho;
  • NIS de final 0 – 30 de junho.

Valor do benefício

Neste mês, o Auxílio Brasil segue com o valor mínimo de R$ 400 confirmado. Aliás, este piso está garantido de forma permanente para o programa social, conforme Projeto de Lei sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Quem pode receber o Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é pago para as famílias com registro ativo e atualizado no Cadastro Único, em situação de extrema pobreza e famílias em situação de pobreza. Estas podem receber, desde que tenham, entre seus membros, gestantes ou pessoas com menos de 21 anos.

As famílias em situação de extrema pobreza são aquelas que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105; e as em situação de pobreza renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210.

Confira ainda: Auxílio Emergencial temporário pode sair para turbinar o Auxílio Brasil em R$ 600

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.