Aplicativo Caixa Tem: Novo crédito de R$ 5 mil anima usuários; veja mais detalhes

0

Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento do auxílio emergencial neste mês de abril. Com o intuito de continuar combatendo a crise financeira que assola o país, o Governo Federal tem buscado alternativas que possam efetivamente ajudar os informais durante a pandemia da Covid-19. Entre a opções, o microcrédito ganha espaço entre as medidas mais realistas para o momento.

Nesse momento, a expectativa é que o valor gire em torno de R$1.500 e R$5.000. O banco responsável pelo gerenciamento de pagamentos do auxílio emergencial, a Caixa Econômica, deverá também ser a responsável pela análise e liberação do microcrédito.

O banco informou que nesse momento o aporte é de R$ 10 bilhões para financiar linhas de crédito. Podendo, a depender da análise feita pela equipe econômica, ser liberada o montante de R$ 25 bilhões posteriormente.

O decreto em vigor que estabelece o estado de calamidade pública no Brasil, por conta do coronavírus, estará vigorando até o dia 31 de dezembro, data em que se encerra o pagamento do auxílio emergencial. Até então, o Governo não sinalizou prorrogação do benefício, se apegando ao discurso que a União não detém recursos suficientes para continuar pagando o benefício.

Aprenda a usar o Pix do Caixa Tem para transferências

Beneficiários do auxílio emergencial, liberado pelo governo federal, já podem usar a ferramenta Pix para realizar transferências e pagamentos. Liberado pelo Banco Central, o sistema disponibiliza transações em tempo real.

Para usar o Pix é necessário ter uma chave de acesso, a chamada chave Pix, que pode ser o número do telefone celular, CPF, e-mail ou uma chave aleatória de números e letras gerada no aplicativo.

É importante saber que, no uso do aplicativo Caixa Tem, só é permitido realizar transferências com o Pix para contas que tiverem a mesma titularidade, e podem ser realizadas 24h por dia, em todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos (veja o passo a passo neste link).

Leia também: Auxílio Emergencial: Pagamentos seguem até OUTUBRO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.