Você sabia? Conta de luz ficará mais cara a partir desta terça-feira (01)

Em maio, a agência havia anunciado que não haveria cobrança extra até o final de 2020 devido a pandemia da Covid-19

3

Os consumidores deverão ficar atentos à conta de luz. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu, na tarde de ontem, segunda-feira (30), que haverá uma cobrança extra na conta de energia elétrica dos consumidores a partir desta terça (01).

Leia também: Operação da PF faz Caixa Seguradora abrir investigação interna por fraudes

Em reunião extraordinária, a Aneel decidiu que será cobrada a bandeira vermelha patamar 2, cujo valor é o maior no sistema de bandeiras da agência. Dessa forma, a cobrança extra será de R$ 6,24 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Anteriormente, em 26 maio, a agência havia anunciado que não haveria cobrança extra na conta de luz até 31 de dezembro deste ano devido a pandemia da Covid-19. No entanto, na reunião, a Aneel decidiu revogar a decisão e aplicar a bandeira vermelha patamar 2.

Em maio, a agência havia anunciado que não haveria cobrança extra na conta de luz até 31 de dezembro deste ano devido a pandemia da Covid-19. (Dados Aneel/ Arte: Alisson Henrique/ Brasil123)

O sistema de bandeiras tarifárias funciona como uma sinalização para que o consumidor de energia elétrica conheça, mês a mês, as condições e os custos de geração no País. Quando a produção nas usinas hidrelétricas (energia mais barata) está favorável, aciona-se a bandeira verde, sem acréscimos na tarifa. Agora, em condições ruins, podem ser acionadas as bandeiras amarela, vermelha 1 ou vermelha 2.

O porquê da taxa extra

De acordo com a agência, o acordo que havia sido estabelecido precisou ser revogado porque o Brasil voltou aos patamares de consumo anteriores ao início da pandemia. Além disso, de acordo com a Aneel, a oferta de energia está comprometida em razão dos baixos níveis dos reservatórios. Desta forma, o mecanismo da bandeira voltou a ser necessário no entendimento do órgão.

“Essa condição de oferta adversa, somada à tendência de recuperação de carga da energia aos patamares pré-crise, são indícios concretos de que o mecanismo das bandeiras já merece ser restabelecido e a curto prazo”, informou a Aneel.

Leia Também:

3 Comentários
  1. […] uma pandemia e uma crise na renda, o trabalhador ganhou mais um “presente de natal”. É o aumento no valor da conta de energia. O aumento, aliás, já está valendo a partir deste dia 1 de […]

  2. Jose Freitas Diz

    E preciso fiscalizar por muitos não pagam e sobrecarrega a queles que paga todos os meses

  3. […] segunda-feira (30), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou a reativação do sistema de bandeiras tarif… a partir de dezembro, estabelecendo para o mês que vem a bandeira vermelha patamar […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.