VALE-GASOLINA: veja tudo o que se sabe sobre saque, projeções e valores

Auxílio beneficiará taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas do país com valores que variam de R$ 100 a R$ 300

0

Os motoristas autônomos do país continuam atentos ao vale-gasolina. A saber, o benefício continua em tramitação no Congresso Nacional, mas causa ansiedade há tempos nos profissionais. E a expectativa é que o auxílio pode começar a ser pago ainda em 2022.

Em resumo, o projeto de lei sobre o vale-gasolina (PL nº 1472/2021) prevê uma ajuda de R$ 300 à população de baixa renda do país. Na verdade, muitos brasileiros vêm sofrendo com os altos preços dos combustíveis, mas o texto ainda tramita na Câmara dos Deputados.

A propósito, para que o benefício comece a ser pago aos motoristas autônomos do país, basta que os deputados aprovem o texto. Em seguida, ele irá para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que tenta aumentar os votos para as eleições presidenciais que ocorrerão em outubro.

Saiba quem receberá o vale-gás

De acordo com o texto do projeto de lei, os trabalhadores que terão direito a receber o vale-gasolina serão:

  • Taxistas;
  • Motoristas de aplicativo;
  • Mototaxistas.

Vale destacar que os trabalhadores precisam ter um rendimento familiar mensal de até três salários mínimos para receber o auxílio. Dessa forma, os trabalhadores irão receber os seguintes valores:

  • Auxílio de R$ 300: motoristas autônomos do transporte individual e condutores de pequenas embarcações (taxistas e motoristas de aplicativo estão inclusos nessa categoria);
  • Auxílio de R$ 100: motoristas de ciclomotor ou motos de até 125 cilindradas.

A saber, o projeto prioriza os participantes com Cadastro Único (CadÚnico) e tem previsão de gastos até R$ 3 bilhões.

Veja projeções para a aprovação do projeto

Com o governo deu sinal verde aos parlamentares para a aprovação do projeto, a tramitação do texto pode acelerar nos próximos dias. Em suma, o Ministério da Economia acredita que há espaço no orçamento para bancar o auxílio. No entanto, a expectativa mais positiva é que o projeto comece a valer apenas em outubro, ou seja, daqui há quatro meses.

Em relação à fonte de subsídio, um dos trechos do projeto afirma que “para o exercício de 2022, extraordinariamente, a proposta de destinação de lucros da Petrobras, preverá medidas voltadas a mitigar os impactos da volatilidade dos preços internos de derivados de petróleo e GLP”. Isso quer dizer que os dividendos da Petrobras pagos à União irão subsidiar o novo programa.

Leia também: Guedes projeta ‘recessão no exterior’, mas ciclo de crescimento no Brasil

5/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.