Saiba como receber o auxílio emergencial em dinheiro na data de depósito

A opção pode ser feita somente pelos beneficiários fora do Bolsa Família, tendo em vista o cronograma único; ou seja a data de depósito é a mesma de saque

0

O auxílio emergencial 2021 está atualmente repassando a 4ª parcela. Até o final do mês, todos os grupos beneficiários terão o valor creditado na conta. No entanto, para quem não recebe o Bolsa Família, o calendário atual é somente referente aos depósitos; ou seja, o beneficiário não poderá sacar ainda.

Entretanto, é possível ter acesso ao dinheiro já no dia do depósito, mesmo quando o calendário de saque ainda não foi aberto. Isso acontece por meio de transferência, mas com um ponto que deve ser bem observado; confira na sequência.

Saiba como receber o auxílio emergencial em dinheiro na data de depósito
Saiba como receber o auxílio emergencial em dinheiro na data de depósito – Imagem: Divulgação R7

Como ter acesso ao auxílio emergencial já na data de depósito

É possível ter acesso ao dinheiro da parcela do auxílio emergencial já durante o calendário de depósito; isto é, quando o valor é creditado na Poupança Social Digital.

A Caixa Econômica Federal (CEF) utiliza duas etapas para o repasse do benefício, uma destinada ao depósito e outra destinada ao saque. Na primeira, os participantes já recebem de fato o valor, mas não podem sacá-lo.

Tendo isso em vista, após o depósito, o valor que já se encontra na conta do participante pode ser transferido. Dessa forma, o beneficiário pode ter acesso ao valor já na data de depósito, caso não queira movimentar o valor no aplicativo Caixa Tem ou aguardar a abertura do calendário de saque.

No entanto, a transferência é permitida somente para contas em que o beneficiário não seja titular; ou seja, deve ser uma conta pertencente a outra pessoa.

Dessa forma, para ter acesso ao valor antes do calendário de saque, basta transferir a parcela para uma conta, de preferência da CEF, de outra pessoa. Obviamente, o titular da conta deve ser uma pessoa de confiança e que fará o saque para o beneficiário.

A CEF utiliza os dois calendários de pagamento por questões técnicas e de operacionalização, visto que transferir o valor para uma conta para efetuar o saque posteriormente poderia ser um mecanismo falho e com grandes índices de falhas/fraudes.

Portanto, essa é uma forma de ter acesso às parcelas do auxílio emergencial de forma mais rápida. Caso o beneficiário não conheça ou tenha pessoas próximas para efetuar a transação, deve proceder com o cronograma e instruções da CEF.

Veja ainda: Auxílio Emergencial 2021 tem PRAZO DE SAQUE; entenda melhor e não perca a parcela

Acompanhe as notícias do Brasil123, clique aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.