Queiroga diz que Doria está “fazendo palanque” com a vacinação infantil contra Covid-19

Ministro da Saúde acusou governador paulista de usar imunização de crianças para fins eleitorais

0

Após a primeira vacina contra Covid-19 ser aplicada no Brasil durante evento promovido pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o político paulista estaria “fazendo palanque” com a imunização infantil.

A declaração foi postada nesta sexta-feira (14) nas redes sociais horas depois de o menino Davi, indígena de 8 anos da etnia Xavante e portador de uma rara doença motora, se tornar a primeira criança de 5 a 11 anos vacinada contra Covid-19 no país. A imunização do menino foi transmitida ao vivo pelo governo de São Paulo.

“O político João Doria subestima a população. Está com as vacinas do governo federal e do povo brasileiro em mãos fazendo palanque. Acha que isso vai tirá-lo dos 3%. Desista! Seu marketing não vai mudar a face da sua gestão. Os paulistas merecem alguém melhor”, postou Queiroga no Twitter.

O ministro também disse que as vacinas da Pfizer para uso infantil chegaram ao Brasil em tempo recorde. “Logo após autorização da agência reguladora a farmacêutica começou a produzir as doses e garantiu que esse era o melhor cronograma possível. O MS garante que todos os pais que quiserem vacinar terão vacinas.”

Doria criticou demora do Ministério da Saúde para iniciar vacinação infantil

O uso da vacina pediátrica da Pfizer foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro, após análise técnica que atestou a segurança e a eficácia do imunizante contra Covid-19.

Ao invés de iniciar os trâmites para a campanha de vacinação infantil imediatamente, o Ministério da Saúde optou por fazer uma consulta pública para saber a opinião da população brasileira sobre a imunização das crianças, o que foi motivo de críticas de especialistas da área de Saúde e políticos de oposição.

Durante evento que marcou o início da vacinação infantil contra Covid-19 no Brasil, Doria criticou a lentidão do governo federal sobre o tema. “Se tivéssemos começado imediatamente após a aprovação da Anvisa, no início de dezembro, a imunização com a vacina da Pfizer as crianças dessa faixa etária, hoje todas as crianças do Brasil estariam vacinadas com pelo menos uma dose. Lamento as postergações feitas Governo Federal”, disse o governador paulista.

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.