Produção nacional de petróleo cresce 2,7% em novembro, diz ANP

Volume produzido também crescer na comparação anual; produção de gás natural também avança em ambas as bases comparativas

0

A produção nacional de petróleo cresceu em novembro de 2021. De acordo com o levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a produção de petróleo no país atingiu a marca de 2,852 milhões de barris por dia.

Esse volume corresponde a um crescimento de 2,7% em relação ao mês anterior e de 3,5% na comparação com novembro de 2020.

No ano passado, a pandemia da Covid-19 afetou fortemente o setor petroleiro. Mesmo assim, a produção de petróleo de 2020 ficou 5,7% maior que a registrada em 2019.

Em resumo, isso aconteceu, porque, apesar de todos os problemas gerados pela crise sanitária, a demanda por petróleo e seus derivados continuou bastante elevada no período.

Além disso, a ANP revelou que os campo marítimos do país produziram 97,1% de todo o petróleo no penúltimo mês de 2021. Aliás, os campos operados pela Petrobras responderam por 93,7% do petróleo e gás natural produzido no país em novembro.

Veja mais detalhes da produção nacional

Por falar nisso, a ANP informou que o valor da extração de gás natural chegou a 137 milhões de metros cúbicos por dia (m3/dia). Esse montante representa um avanço de 3,7% na comparação mensal e de 8,1% no comparativo anual.

Dessa forma, o valor total da produção nacional de petróleo e gás natural chegou a 3,711 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/dia) em novembro. Esse valor ficou 2,9% maior que o observado no mês anterior.

Em relação à origem, os campos marítimos foram responsáveis por 81,9% do gás produzido no país em novembro.

Mais uma vez, o campo de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor nacional de petróleo e gás natural. Em suma, o campo produziu 874 mil de barris de petróleo por dia e 40,9 milhões de metros cúbicos de gás natural diários.

Leia Mais: Malha aérea cresce em dezembro e alcança maior nível em 21 meses

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.