Preços da gasolina e do diesel batem RECORDE nos postos do país

ANP revela que preço médio do litro do diesel superou pela primeira vez o da gasolina; levantamento teve início em 2004

0

Os preços da gasolina e do diesel bateram recorde nos postos de combustíveis do país. De acordo com o levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), ambos os combustíveis ficaram mais caros nesta semana, de 19 a 25 de maio.

Na verdade, os motoristas do país vêm sofrendo para abastecer seus veículos há tempos. Aliás, toda a população sente o aumento dos preços dos combustíveis, devido à alta dos custos de produção de diversas atividades que os utilizam. E, como sempre, o consumidor final paga a conta.

Reajuste da Petrobras pressiona combustíveis

O aumento registrado nesta semana já era esperado. Isso porque a Petrobras reajustou os preços dos combustíveis no último dia 18. Em suma, o diesel ficou 14,25% mais caro nas refinarias do país, enquanto a gasolina subiu 5,18%. A saber, esse foi o terceiro aumento do diesel em 2022 e o segundo da gasolina.

Segundo a ANP, o diesel ficou 9,6% mais caro nesta semana. Com isso, o preço médio nacional do litro passou de R$ 6,906 para R$ 7,568. Aliás, o diesel acumula uma forte alta de mais de 64% nos últimos 12 meses.

Já o preço da gasolina avançou 2,2% nos postos de combustíveis, com o valor médio do litro subindo de R$ 7,232 para R$ 7,39.

Aliás, essa é a primeira vez que o preço do diesel supera o da gasolina na série histórica da ANP, iniciada em 2004. Além disso, a ANP nunca havia apurado valores nominais tão altos quanto os registrados nesta semana.

Por outro lado, o preço médio do etanol hidratado caiu 0,80% na semana, para R$ 4,873 por litro. Em resumo, o recuo é o oitavo consecutivo. Nesse período, o preço médio do etanol, que estava em R$ 5,529 há oito semanas, ficou 66 centavos mais barato.

Por fim, vale destacar que os consumidores devem sempre procurar pelos preços mais econômicos. Embora o levantamento da ANP mostre o cenário nacional, os dados representam o preço médio dos combustíveis. Isso quer dizer que há locais com valores mais altos que a média nacional, mas também há lugares com preços mais acessíveis. Resta buscar pelos menores.

Leia também: Auxílio para caminhoneiros pode ter custo de quase R$ 3 bilhões ao governo

5/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.