Preço médio do gás de cozinha tem leve alta na semana; veja valor

Botijão de 13 quilos custa R$ 112,70 no país; Rio de Janeiro continua com o menor preço do país, enquanto Rondônia tem o gás mais caro

0

preço médio do gás de cozinha no país chegou a R$ 112,70 na semana de 19 a 25 de junho. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), responsável pelo levantamento, o botijão de 13 quilos ficou 20 centavos mais caro que na semana anterior.

Dessa forma, o gás de cozinha agora acumula uma forte alta de 26,70% nos últimos 12 meses. No mesmo período do ano passado, o botijão de 13 quilos custava quase R$ 24,00 a menos que neste ano.

A saber, o gás de cozinha equivale a 9,3% do salário mínimo atual (R$ 1.212). Isso quer dizer que os brasileiros precisam gastar quase 10% do piso salarial para adquirir um botijão de 13 quilos. Aliás, há locais no país que o preço do gás supera os R$ 135,00.

Leia também: Recarga de gás de cozinha: saiba como famílias podem ser beneficiadas

Ranking nacional do preço dos botijões

Nesta semana, o Rio de Janeiro permaneceu com o gás de cozinha mais barato do Brasil, custando R$ 101,43. Inclusive, o botijão de 13 quilos comercializado no estado fluminense foi o mais barato do país em todas as semanas de 2022.

Veja abaixo os locais com os menores preços do botijão de 13 quilos no país:

  • Rio de Janeiro – R$ 101,43
  • Pernambuco – R$ 103,10
  • Bahia – R$ 105,78
  • Sergipe – R$ 106,03
  • Alagoas – R$ 107,20
  • Espírito Santo – R$ 107,39
  • Distrito Federal – R$ 108,26

Por outro lado, o botijão mais caro do país foi o de Rondônia (R$ 133,96). Em suma, essa é a segunda semana que o estado lidera o ranking em 2022. Em todas as outras semanas, o gás mais caro foi o de Mato Grosso, que caiu para a segunda posição nesta atualização.

Abaixo estão as UFs que têm os preços mais elevados do gás de cozinha no país:

  • Rondônia – R$ 133,96
  • Mato Grosso – R$ 133,27
  • Acre – R$ 130,08
  • Roraima – R$ 125,29
  • Amapá – R$ 124,13
  • Tocantins – R$ 123,45
  • Santa Catarina – R$ 121,37
  • Pará – R$ 120,96
  • Goiás – R$ 120,65
  • Piauí – R$ 120,37

Norte tem gás de cozinha mais caro do país

Entre as regiões do país, a população do Norte é a que mais sofre com os preços do gás de cozinha. Aliás, nesta semana, o maior avanço foi registrado no Norte (+0,87%), seguido por Sul (+0,33%) e Sudeste (+0,23%). Em contrapartida, o gás ficou mais barato no Centro-Oeste (-0,09%) e no Nordeste (-0,05%).

Com isso, o preço médio do gás de cozinha ficou da seguinte forma nas regiões do país:

  • Norte: R$ 123,07
  • Centro-Oeste: R$ 119,98
  • Sul: R$ 114,69
  • Nordeste: R$ 110,45
  • Sudeste: R$ 110,34

Por fim, vale destacar que a ANP também revela a variação do preço de paridade de importação nos principais portos do país. A saber, houve alta tanto no Porto de Santos quanto no de Suape, cada um com uma elevação de 0,53%.

Veja ainda: IPCA-15: Salvador tem maior inflação do país em junho

5/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.