Peelings químicos: conheça os principais e veja qual optar

Conheça agora os tipos de peelings mais utilizados

0

Você já ouviu falar em peelings químicos? Com o passar do tempo, muitos tratamentos para pele vão surgindo e, com a popularização dessas técnicas, a procura também aumenta bastante. Pensando nisso, nós do Brasil 123 vamos te explicar tudo sobre isso.

Conheça os tipos de peelings químicos

Muitas mulheres já ouviram falar sobre o peeling químico. No entanto, você precisa saber que o peeling químico é só realizado em clínicas dermatológicas. Por isso, hoje, nós vamos indicar os principais tipos de peelings químicos para que você decida qual deles você quer usar.

O peeling químico é aplicado sobre a pele do rosto e é responsável por fazer uma regeneração celular e em consequência, gerar na pele, o rejuvenescimento. Dessa forma, o peeling químico possui ácidos em sua composição. Temos três tipos de peeling químico:

  • Superficial: muito usado para resolver espinhas e manchas.
  • Mediano: remove manchas mais profundas e rugas mais superficiais.
  • Profundo: remove cicatrizes e rugas mais profundas.

Saiba que existem várias opções de peeling químico, que variam de acordo com o ácido presente na sua composição. Vamos apresentar na sequência, os principais, bem como as vantagens de sua utilização.

Ácido glicólico

É um alfa-hidroxiácido que ajuda no desenvolvimento de colágeno. Assim, é muito usado para o tratamento de: ceratoses actínicas, espinhas, melasma, acne, rugas recentes e fotoenvelhecimento.

Ácido salicílico

É um beta-hidroxiácido com características esfoliantes e sebo reguladoras, além de apresentar ação anti-inflamatória. Dessa forma, usa-se no tratamento de manchas medianas, espinhas, e oleosidade excessiva.

Ácido mandélico

É um alfa-hidroxiácido retirado de amêndoas amargas. Usa-se no tratamento das mesmas indicações do ácido glicólico. Ele também clareia as manchas e renova as células, mantendo a hidratação da pele.

Conheça os peelings químicos - Reprodução AdobeStock
Conheça os peelings químicos – Reprodução AdobeStock

Ácido retinóico

O ácido retinóico vem da vitamina A, e tem ação a nível celular. Usa-se no tratamento do melasma, acne, rugas, manchas e possui bom resultado no caso de envelhecimento da pele. Por estimular a produção de colágeno, produz maior firmeza na pele.

Muitos outros tipos de ácidos e combinações entre eles são utilizados no peeling químico. Por isso, consulte o seu dermatologista, e veja as indicações recomendadas por ele.

Então, seja qual for a sua escolha, saiba que o peeling químico possui vários benefícios, entre eles:

  • Trata a acne
  • Diminui a oleosidade da pele
  • Fecha os poros da pele do rosto.
  • Renova as células da pele de forma superficial
  • Trata o melasma
  • Diminui as manchas relacionadas à exposição ao sol.
  • Diminui linhas de expressão e rugas.

O peeling químico possui diversos benefícios para o seu rosto!

Desse modo, deixa a expressão mais saudável e bonita, retirando as manchas e marcas de envelhecimento. Assim, um rosto sadio, significa que por traz tem uma mulher que se cuida.

Por fim, agora que você já aprendeu tudo sobre os peelings químicos, veja qual se adequa melhor para você e não deixe de fazer. Dessa forma, você verá sua pele muito mais bonita.

Por fim, não deixe também de procurar um profissional especializado para realizar essas técnicas. Então, faça uma boa pesquisa e veja a qualificação desse profissional.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.