O que são as fintechs? Descubra!

0

Já são inúmeras as notícias de empresas que ganharam o mundo por serem extremamente inovadoras. Nesse setor, as empresas financeiras não ficam para trás. Dentro do setor, as fintechs são as que mais ganham clientes e se expandem para diferentes países. O caso mais consolidado é o do Nubank, que já é um dos maiores bancos do mundo.

Contudo, saber o que são as fintechs vai muito além do conceito delas. É preciso saber, também, por que elas revolucionam seus mercados e mudam a relação das pessoas com o dinheiro. Ainda, investir nelas pode ser bom para o seu bolso no futuro.

O que são as fintechs?

Fintech é a união de duas palavras: financial (finanças) e technology (tecnologia). Na prática, são empresas que digitalizam processos financeiros, ou seja, serviços bancários ou tudo que envolva dinheiro em si. Por dar uma nova abordagem ao dinheiro das pessoas, essas empresas tendem a captar os clientes cada vez mais rápido.

Isso porque as fintechs permitem que você cuide do seu dinheiro através do seu celular ou, ainda, busca tirar burocracias típicas de grandes bancos. Atualmente, existem empresas ligadas a cartões de crédito, débito, seguros, contas digitais e até empréstimos. Além disso, o setor de investimentos não fica para trás, com um grande número de empresas tecnológicas atuando atualmente. Por isso, especialistas afirmam que as fintechs são “disruptivas”. Isso quer dizer que elas rompem com um padrão estabelecido pelos serviços bancários comuns e começam a buscar formas mais ágeis de o cliente chegar no serviço de destino, com serviços mais rápidos, mais baratos e menos burocráticos.

Por isso, essas empresas ganham muitos clientes em pouco tempo e acabam crescendo muito, caso seu negócio dê certo. Com soluções mais práticas e taxas mais baixas, as fintechs também conseguem incomodar os grandes bancos, que precisam atuar para seguir uma nova tendência de mercado.

fintech
Foto: Austin Distel | Reprodução

Como isso impacta na sua vida?

As fintechs podem ter um grande impacto na sua vida se você souber usá-las de forma segura e correta. Isso porque os serviços financeiros são necessários sempre e você, de fato, precisará usar algum serviço bancário pelo menos alguma vez na vida. Por isso, é sempre bom buscar saber diversas opções para o serviço que você procura.

Para dar um exemplo, o Nubank foi responsável por algo inovador, até então, no mercado: a conta corrente remunerada. Quando lançada, a conta rendia 100% do CDI. Enquanto isso, os bancos maiores ainda têm contas que não rendem nada e que, na prática, fazem o investidor perder dinheiro. Por outro lado, há disrupções diferentes, como empréstimos aprovados na hora e com juros menores. Isso também é possível em fintechs como o PicPay. Por último, o Banco Inter trabalha com créditos imobiliários sem que você precise ir a uma agência, por exemplo. São mudanças significativas em serviços já consolidados no mercado financeiro.

Dessa forma, as fintechs podem diminuir o seu custo de vida, na medida em que você deixa de pagar taxas para os bancos. Além disso, é importante ressaltar que existem diversas fintechs no mercado e que muitas caberão nas suas necessidades pessoais.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.