Descubra a nova versão do CadÚnico

A nova versão do CadÚnico amplia o acesso aos serviços

0

O Governo Federal lançou uma nova versão do CadÚnico em que é possível fazer um auto-cadastramento, além de buscar no mapa georreferenciado o ponto de atendimento mais próximo.

Também será permitido acesso a extratos dos benefícios vinculados aos cadastrados, bem como a notificações e à assistente virtual. Essas novidades contemplarão cerca de 80 milhões de pessoas.

A atualização permitirá processar cerca de 36 bilhões de registros para cruzamento de dados. Assim, a realização do auto-cadastramento será mais simples, além de reduzir o tempo de espera das unidades de atendimento. 

“A tecnologia vai facilitar ainda mais o acesso ao Cadastro Único, que é a porta de entrada do cidadão em situação de vulnerabilidade para os principais programas sociais do governo federal”, disse o ministro João Roma.

“É uma nova ferramenta para garantirmos mais cidadania a quem mais precisa e transparência dos recursos públicos”, continua Roma sobre a nova versão do CadÚnico.

Atualização cadastral

Há alguns dias o Ministério da Cidadania revelou que cerca de 8 milhões de usuários estão com suas contas desatualizadas. Esses cidadãos fizeram o processo pela última vez entre 2016 e 2017.

O prazo para atualização do CadÚnico desses usuários é até o final de 2022. Estão inclusos nesse grupo também aqueles que passaram por alterações familiares e ainda não informaram os novos dados no sistema. 

Entretanto, esse último grupo tem até o final de julho para fazer essas alterações em seus cadastros. É possível consultar se há necessidade de atualização pelo próprio app do CadÚnico.

Beneficiários do Auxílio Brasil e da Tarifa Social de Energia Elétrica receberão mensagens para realizarem a atualização do CadÚnico. O primeiro grupo será notificado pelos extratos de pagamentos e o segundo por meio da conta de energia.

É indicado que atualização do CadÚnico seja feita duas vezes a cada ano, no mínimo. Mas, em toda situação de alteração familiar é indicado atualizar, veja alguns exemplos:

  • Mortes;
  • Nascimentos;
  • Assinaturas de carteiras;
  • Demissões; 
  • Mudanças na renda per capita.

Nova versão do CadÚnico: Benefícios Sociais 

Além de estar atrelado ao Auxílio Brasil e seus abonos secundários, o CadÚnico aumenta a chance de cada família receber até 11 benefícios sociais. Então, veja a seguir quais são os principais.

Auxílio gás dos brasileiros

O Vale Gás beneficia cerca de 5 mi de famílias na compra do gás de cozinha. Os pagamentos são em torno de R$ 50 e são pagos junto com o Auxílio Brasil para famílias com renda mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo.

Tarifa Social de Energia Elétrica

Esse benefício permite um desconto na conta de energia elétrica das famílias de baixa renda cujo consumo de luz varia de 10% a 65%. Além de estar inscrito no CadÚnico, as famílias precisam preencher outro requisito, entenda:

  • Possuir um membro da família beneficiado pelo BPC; 
  • Ou ter renda mensal de até três salários mínimos (R$ 3.636) e ter algum membro portador de doença ou deficiência.

Outros benefícios

Desde janeiro o benefício se tornou automático para essa categoria de famílias. Não é mais necessário realizar cadastro no sistema. A mudança contempla 23,3 mi de brasileiros. 

Por fim, os demais benefícios são:

  • Programa PETI;
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carteira do Idoso;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Telefone Popular;
  • Carta Social;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos.
Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.