Motorista é agredido após pedir que passageiro usasse máscara no MS

Motorista de app tem 33 anos e ficou com uma pequena lesão no pescoço. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa

2

Um motorista de app de 33 anos de idade sofreu uma agressão após impedir que um passageiro entrasse no carro sem máscara. O caso aconteceu na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, na noite deste domingo (3).

De acordo com a versão do próprio motorista, ele recebeu uma chamada em uma região que fica nas proximidades de um bar. Chegando lá ele percebeu que o passageiro em questão estava bêbado. Mas esse nem era o problema.

O problema mesmo é que esse passageiro estava sem máscara. Ainda de acordo com a vítima, o passageiro chegou a entrar no carro, mas o motorista explicou que ele não podia realizar a viagem sem que o passageiro estivesse com a máscara.

O passageiro pareceu ficar em um estágio alto de irritação por causa disso. Por isso, ele decidiu sair e bater a porta com muita força. Logo depois, ele decidiu ir para o outro lado para tentar agredir o motorista. Várias testemunhas comprovaram esse versão.

Os dois começaram uma briga corporal com direito a vários socos de ambos os lados. O que se sabe é que o motorista ficou com uma lesão no pescoço justamente por causa dos socos que levou. A polícia registrou o caso como lesão corporal dolosa.

Motorista x passageiro

Em entrevistas para jornais locais, o motorista disse que essa foi a primeira vez que isso aconteceu com ele desde o início da pandemia. Mas há registros de casos semelhantes em todo o país. Casos onde pessoas bêbadas agrediram motoristas de ônibus aconteceram, por exemplo, em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Esse, aliás, não é um problema apenas brasileiro. Há alguns meses, um motorista na França recebeu uma série de socos e chutes na cabeça depois que se negou a transportar um grupo de passageiros sem máscara. O motorista morreu.

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] Polícia Civil de Campo Grande (MS) investiga o caso de um homem de 56 anos que foi encontrado morto em um hotel na segunda-feira (04), […]

  2. […] Felipe Henrique Duarte, 28 anos, que desapareceu na noite da véspera de Natal. No dia seguinte, o motorista de aplicativo foi encontrado morto, no porta-malas do carro, em uma rua sem saída. Enquanto ele […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.