Mercado financeiro espera que a taxa Selic feche o ano em 5,50%

3

De todas as projeções que já foram realizadas sobre a Taxa Selic, o mercado financeiro é otimista e acredita que a sua cotação deve fechar o ano em 5,50%. A taxa básica dos juros, foi anunciada pelo boletim Focus nesta segunda-feira (10), e de acordo com uma pesquisa recente do Banco Central, a projeção dos indicadores para 2021 devem subir.

Ao longo da semana passada, o Copom (Comitê de Política Monetária), com o Banco Central, decidiu aumentar em 0,75% o valor da taxa Selic, totalizando o total de 3,50% ao ano, de acordo com as sinalizações que foram realizadas no mês passado. Com isso, novas estimativas também foram criadas para o ano de 2022, e é provável que a taxa suba mais ainda.

Inflação e a Taxa Selic

O mercado financeiro realiza previsões o tempo todo, e com isso, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) também varia seguindo a inflação do país e agora no Brasil, subiu mais uma vez. Passou do valor de 5,04% para 5,06%, sendo o quinto aumento da inflação dentro das projeções anunciadas. E para o próximo ano, existem estimativas ainda piores de que a inflação suba ainda mais, e isso afeta diretamente a Taxa Selic.

Para os próximos anos e as próximas projeções, o limite da inflação já está em sua meta, que será monitorada avidamente pelo Banco Central em prol de mantê-la o mais estável possível. Contudo, o centro da meta, já definida pelo Conselho Monetário Nacional, será de 3,75% de aumento ainda para este ano.

Leia mais: Copom sobe Selic aos 2,75% primeira alta em 6 anos

Dando pequenos intervalos de 1,5 pontos entre um percentual e outros seja para mais ou para menos. Lembrando que o limite mínimo para menos será de 2,25% e o máximo para 5,25%. A taxa Selic deve permanecer em ascensão, aos poucos e de forma constante, e se os modelos de previsão estiverem corretos, os índices até o final do ano, podem fechar no valor anunciado de 5,50%.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.