LIBERADO! Auxílio Emergencial de até R$ 3 MIL; veja quem recebe

Valor se refere à diferença da cota dupla do programa e vai ser pago aos beneficiários em forma de compensação

0

O Auxílio Emergencial ajudou milhões de brasileiros nos dois últimos anos. O benefício permitiu que as famílias de renda mais baixa enfrentassem os impactos provocados pela pandemia da covid-19 no país. E os valores ainda estão sendo liberados para alguns beneficiários.

A saber, o Auxílio Emergencial chegou ao fim em outubro do ano passado. Contudo, algumas famílias continuam recebendo valores em forma de compensação, mas apenas os beneficiários que não receberam o valor correto em 2020.

Em resumo, o governo federal havia liberado em 2020 uma cota dupla do Auxílio Emergencial. À época, as mães solteiras chefes de família, que cuidavam sozinhas de filhos menores de idade, sem contribuição de cônjuge ou companheiro, receberam R$ 1,2 mil.

No entanto, os pais que se encontravam nessa mesma situação não foram beneficiados com da mesma maneira. Por isso, o governo federal, através do Ministério da Cidadania, continua liberando o auxílio para estes pais solos, chefes de família monoparental. Aliás, há cerca de 459 mil homens nessa situação.

CAIXA TEM: Pedi o empréstimo, mas só recebi R$ 300! Tem como AUMENTAR O VALOR?

Veja o valor retroativo do Auxílio Emergencial

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o valor repassado pelo programa não é único para todos os pais. Na verdade, depende da quantidade de parcelas recebidas pelos beneficiários entre os meses de abril e agosto de 2020.

Confira abaixo as faixas dos valores retroativos do auxílio:

  • Pai que recebeu 5 meses de benefício: R$ 3 mil;
  • Pai que recebeu 4 meses de benefício: R$ 2,4 mil;
  • Pai que recebeu 3 meses de benefício: R$ 1,8 mil;
  • Pai que recebeu 2 meses de benefício: R$ 1,2 mil;
  • Pai que recebeu 1 mês de benefício: R$ 600.

Em suma, os valores podem variar de R$ 600 a R$ 3 mil. Aliás, os pais que ainda têm dúvidas se vão receber o auxílio ou não, podem conferir os requisitos abaixo:

  • Ser pais solteiro, chefe de família, sem companheira ou cônjuge;
  • Ter ao menos uma pessoa menor de 18 anos na família;
  • Estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) como responsável familiar;
  • Não pertencer a grupo de família que teve o pagamento de cota dupla (R$ 1,2 mil) para outra pessoa (mãe solteira).

Saiba como consultar o seu CPF

Os interessados em saber se têm direito ao auxílio e quando poderão sacar o dinheiro devem acessar o site desenvolvido pela Dataprev, empresa de tecnologia da Previdência Social.

Em resumo, os país só precisam acessar o portal de consulta do Auxílio Emergencial. Contudo, vale destacar que o acesso só acontecerá após a verificação da conta gov.br, através do CPF e da senha de acesso. Aliás, saiba como abrir uma conta gov.br.

Leia também: CAIXA TEM: “Não se enquadra nas condições”; entenda a mensagem no empréstimo

3.6/5 - (5 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.