14 mil famílias aguardam a liberação do Auxílio Brasil

Espera pela liberação do Auxílio Brasil coloca 14 mil famílias em fila

0

A liberação do Auxílio Brasil ainda não contemplou 14 mil famílias gaúchas. Até maio 26,2 famílias tiveram a inscrição no Cadúnico aprovado, no entanto, há um grande número de famílias esperando aprovação. 

As 14 mil famílias estão distribuídas dentre os 497 municípios do Rio Grande do Sul. Elas precisarão aguardar um aumento orçamentário extraordinário por parte do Governo Federal ou que algum beneficiário saia do programa para ter acesso ao benefício. 

Espera pela liberação do Auxílio Brasil

Em abril do ano passado 26.657 famílias gaúchas aguardavam para entrar na lista do Bolsa Família. No início de 2022 esse número chegou a zerar, mas retornou a crescer no início de fevereiro. 

De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), cerca de 1 milhão de famílias aptas a receber o benefício não tiveram acesso a ele em fevereiro de 2022.

O CadÚnico

Para serem aprovados para receber o benefício os núcleos familiares precisam estar inscritos no CadÚnico. Além disso, é necessário que as informações do responsável familiar e membros estejam sempre atualizadas.

Porto Alegre, capital gaúcha, possui 127 mil famílias inseridas no CadÚnico, entretanto, 62,8 mil dessas famílias atualizaram as informações pessoais nos últimos dois anos. 

Vale lembrar que para se cadastrar é preciso comparecer presencialmente em um dos postos de atendimento. Bem como, deve levar seus documentos pessoais, como RG e CPF.

Atualização do CadÚnico

É importante que a cada mudança estrutural as informações sejam inseridas no cadastro familiar. Veja a seguir quais são as situações:

  • Mortes;
  • Nascimentos;
  • Assinaturas de carteiras;
  • Demissões; 
  • Mudanças na renda per capita.

O sistema é uma base de dados do Governo Federal que reúne informações das pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social no país. Estão inscritas no sistema, até o momento, 33,7 milhões de famílias e 83,5 milhões de membros. 

Conheça o Auxílio Brasil 

O Auxílio Brasil é destinado a famílias na faixa da pobreza e extrema pobreza. Entenda o que caracteriza as famílias nessas categorias: 

  • Famílias categorizadas em extrema pobreza são aquelas que possuem renda per capita (por pessoa) de até R$ 105 por mês. Elas equivalem a 52% dos inscritos no CadÚnico;
  • Famílias categorizadas em situação de pobreza são aquelas que possuem renda per capita (por pessoa) de R$ 105,01 até R$ 210 por mês. Elas equivalem a 9% dos inscritos no CadÚnico.

Dentre os municípios com mais pessoas em situação de pobreza ou extrema pobreza na fila do benefício, 41,8 mil famílias estão no sistema da assistência social de Canoas. Hoje, 1,2 mil famílias estão na fila de espera do programa. 

Segundo o secretário de Governança de Canoas, Paulo Bogado, a procura pelos benefícios sociais cresceu no município a partir de junho do ano passado. Isso ocorreu principalmente devido às demissões em empresas da região.

“Percebemos isso quando 2,8 mil pessoas procuraram o mutirão de cadastro no bairro Guajuviras em agosto. Por isso, estamos trabalhando forte na atualização do CadÚnico e em dois programas municipais”, disse Bogado.

“O Auxílio Emergencial Canoense, no valor de R$ 200 por três meses, que está na terceira edição, e o Oportunidade Canoense, que oferece R$ 384 em passagens de ônibus para as pessoas buscarem trabalho”, completou.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.