Dividendos cada vez maiores!

10

Ao procurar dentro da bolsa de valores por empresas pagadoras de dividendos nós tentamos encontrar aquela que possui um “yield” alto. Ou seja, a nossa busca, muitas vezes é focada sobre os dividendos do momento. Como não há certeza sobre o futuro, nós precisamos avaliar o momento. Nesse artigo nós vamos analisar algumas empresas com dividendos cada vez maiores.

 O dividendo de ontem não é o mesmo de hoje

O investimento em ações ou qualquer tipo de ativo, geralmente, acontece sobre a expectativa de ganhos. Ou seja, você investe em uma empresa porque de alguma forma você acredita que ela pode permanecer no mesmo nível ou melhorar.

Melhorando, a companhia consequentemente consegue render mais. Esse “rendimento” maior pode vir através da redução de despesas e custos, ou por meio do aumento do faturamento.

Se esse crescimento no resultado se perpetuar a tendência natural do investimento é continuar cada vez melhor e rendendo cada vez mais. A ideia de investir é conseguir encontrar uma companhia assim.

Exemplos de empresas

Focando na ideia dos dividendos e demais distribuições, eu vou citar algumas companhias que ao longo dos anos vêm conseguindo gerar distribuições maiores.

Essa evolução está baseada no valor do investimento inicial, ou seja, os dividend yield de 4% de hoje, para o um investimento feito há 5 anos, pode estar em 10%, por exemplo. Tudo isso decorre do valor do investimento inicial e das distribuições atuais.

O primeiro exemplo é a empresa Transmissão Paulista, ou TRPL4. Há 5 anos, lá em 2016 as ações da companhia poderiam ser adquiridas por algo próximo de R$ 11,00.

Hoje, a ação da empresa está na casa dos R$ 27,00, sendo que o yield da mesma está em 6,3%. Portanto, presumo que o valor distribuído nos últimos 12 meses está na casa dos R$ 1,70 por ação. Se você considerar o investimento inicial no valor de R$ 11,00 (2016), o acionista hoje tem um yield de 15,4%. Nada mal…

Outra empresa que eu gosto de analisar é a Lojas Americanas (LAME4). A companhia trabalha em um setor que não é destaque em distribuições, mas mesmo assim, com o investimento lá atrás, de anos, hoje o acionista pode estar desfrutando de um yield comparável às “boas pagadoras de dividendos”.

LAME4 poderia ser adquirida lá em 2010 pelo valor de R$ 8,00. O Yield da mesma hoje está por volta dos 0,9%, porém, aquele acionista que comprou LAME4 lá em 2010, hoje, teria um yield de 2,8%. Em 10 anos, a renda com LAME4 se multiplicou por 3.

Assim, se você vê um yield baixo hoje, talvez amanhã a empresa possa entregar mais. O negócio é fazer uma boa avaliação e investir com cuidado.

Leia Também:

10 Comentários
  1. […] acordo com o site Fundamentus, nos últimos 12 meses ALUP11 vem gerando um dividend yield de aproximadamente 2,6% (considerando o valor da ação de R$ […]

  2. […] acordo com o site Fundamentus, TIET11 possui um dividend yield de 6,5%. O indicador está muito bom. Comparado a outras ações já analisadas no site, TIET11 […]

  3. […] nos últimos 12 meses vem registrando um dividend yield de 4,2% (segundo o site […]

  4. […] acordo com o site Fundamentus, nos últimos 12 meses, ELET6 vem registrando um dividend yield de 5,1%. O nível de dividendos está muito […]

  5. […] dividend yield, segundo o site Fundamentus está em 4,2%. Olhando a questão da “recorrência” dos […]

  6. […] últimos 12 meses, o dividend yield de GGBR4 ficou em 1,2%. Comparado a outras empresas do setor, como FESA4 e CSNA3, GGBR4 possui um […]

  7. […] últimos 12 meses USIM5 vêm registrando um dividend yield de 0,3%. A renda distribuída pela companhia é pequena se comparada com outras ações de […]

  8. […] últimos 12 meses, TKNO4 vem registrando um dividend yield de 4,7%. Só a FESA4 vem conseguindo gerar um nível de dividendos similar ao da […]

  9. […] para complementar os dados do dividend yield, vamos analisar alguns indicadores. Segue os […]

  10. […] coletar os principais dados de HYPE3 por meio do site Fundamentus, nós encontramos o dividend yield que está em […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.