Dia das Mães: veja dicas para não cair em golpes

Data comemorativa faz criminosos intensificarem tentativas de golpes; população deve ficar atenta para não sair no prejuízo

0

O Dia das Mães é a segunda data mais importante do varejo brasileiro, atrás apenas do Natal. O faturamento do comércio varejista deve superar os R$ 14 bilhões neste ano, ou seja, o valor financeiro movimentado nesta data é enorme.

Esses números são bastante atraentes para bandidos, que não deixam a oportunidade passar. Por isso, os crimes crescem expressivamente nos dias que antecedem a data comemorativa. Enquanto a população tenta comprar presentes para as mães, quadrilhas especializadas aproveitam para aplicar golpes.

De acordo com especialistas, o apelo emocional da data facilita a ação de criminosos. Em resumo, os bandidos tentam capturar dados pessoais, bancários e roubar dinheiro das vítimas. Muitas vezes, isso acontece através de simulação de promoções e venda de produtos, que atraem as vítimas mais facilmente.

Ofertas tentadoras são perigosas

A população precisa ficar atenta a ofertas tentadoras, pois muitos criminosos sabem que esta é uma forma bastante eficaz de atrair vítimas. Como os preços de diversos itens estão caros, as pessoas tendem a buscar grandes promoções. Por isso, as ofertas diferenciadas, que promovem descontos bem acima do mercado, precisam ser analisadas com atenção.

Em suma, a primeira ação do consumidor deve ser desconfiar da promoção tentadora. Em seguida, deve analisar o site oficial da empresa e tentar encontrar a promoção anunciada.

Vale destacar que os criminosos criam sites falsos bastante semelhantes aos de grandes empresas. Caso a pessoa não tenha atenção, pode cair no golpe e disponibilizar seus dados bancários e pessoais. E isso é suficiente para que os bandidos apliquem golpes e utilizem estes dados para fazer compras e solicitações de empréstimos, por exemplo.

Veja as dicas mais importantes para não cair nos golpes

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alerta que os golpes podem gerar prejuízos enormes para os consumidores. Para tentar reduzir o número de vítimas, a entidade cita algumas dicas importantes para escapar dos criminosos. Veja abaixo as prinicipais:

  • Prefira comprar em sites conhecidos e sempre confira o endereço eletrônico. Nesse caso, digite o site no navegador em vez de clicar diretamente no link;
  • Utilize cartão virtual para realizar compras online;
  • Não clique em links de promoções recebidos em redes sociais;
  • Confira qual a empresa beneficiária no momento do pagamento do boleto. Caso o nome seja diferente da marca ou empresa da qual você comprou, não efetue o pagamento.

Para compras em lojas físicas, o consumidor também deve ficar atento à maquininha de passar o cartão. O melhor é que a própria pessoa passe o cartão, em vez de dar para outro o fazer. Aliás, deve sempre conferir o valor antes de digitar a senha e lembrar de esconder o código de segurança, que fica na parte de trás do cartão.

Por fim, a população também precisa conferir o cartão após o pagamento para ter certeza que é o mesmo cartão. A saber, os golpistas aproveitam o momento para trocar os cartões.

Leia Também: Caixa Tem disponibiliza empréstimo de até R$ 3 mil

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.