Crédito consignado do Auxílio Brasil já está liberado? Veja aqui

Sanção da Medida Provisória veio, mas regulamentação para liberação do empréstimo ainda não

0

Para os que estão ansiosos pelo crédito consignado do Auxílio Brasil, é preciso avisar que o Governo Federal ainda não divulgou uma data exata para o início da liberação do empréstimo.

Na ocasião do anúncio da operação, o governo determinou a liberação do empréstimo consignado do Auxílio Brasil junto com mudanças no crédito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Vale dizer que essas mudanças já foram regulamentadas, mas em relação ao Auxílio Brasil não se pode dizer o mesmo.

Crédito consignado do Auxílio Brasil já está liberado? Veja aqui
Imagem: Montagem Brasil 123

Não vai ter crédito consignado do Auxílio Brasil?

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, garante que sim. Entretanto, em uma das últimas entrevistas sobre o assunto, ele enfatizou que ainda são esperadas diversas determinações do Ministério da Cidadania, para que de fato a operação possa ter início.

Desse modo, o consignado está confirmado, mas ainda não tem data divulgada para começar a valer.

Aliás, esse é um dos motivos pelos quais a busca pelo empréstimo no aplicativo Caixa Tem aumentou tanto. Afinal, essa passou a ser uma alternativa para quem precisa de crédito. No entanto, cabe dizer que os parâmetros são outros, e pelo fato de não ser consignável, pode ser negado aos beneficiários.

O que já se sabe sobre o empréstimo?

O que já foi adiantado pelo governo é o limite que se poderá empenhar. A saber, os beneficiários do Auxílio Brasil poderão comprometer no máximo 40% do valor que recebem, sendo que 35% poderá ser utilizado para o empréstimo pessoal e 5% poderá ser utilizado para saques e despesas do cartão de crédito consignado.

Como se sabe, o consignado tem desconto automático das parcelas em folha de pagamento ou benefício. E como existe a garantia do recebimento do benefício, não há risco de inadimplência, e assim, esse tipo de operação é uma das que oferecem os menores juros do mercado.

Vale destacar que a expectativa do governo federal é que a modalidade passe a alcançar 52 milhões de pessoas, incluindo os cerca de 30,5 milhões de aposentados e pensionistas do INSS, os 4,8 milhões de beneficiários do BPC e os 17,5 milhões beneficiários do Programa Auxílio Brasil.

Leia ainda: Caixa Tem: “Você não se enquadra nas condições”; entenda a mensagem do aplicativo

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.