Como acessar as contribuições ao INSS?

Veja como acessar e verificar as contribuições ao INSS

1

As contribuições ao INSS são reunidas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis). Além disso, nele consta o nome do empregador, o período trabalhado e a remuneração/ salário recebido.

Para ter acesso ao Cnis e suas contribuições você pode acessar o Meu INSS. Veja a seguir o passo a passo para solicitar o documento:

  • Acesse o site ou aplicativo do Meu INSS;
  • Selecione “Do que você precisa?” e escreva o nome do serviço que você quer;
  • Por fim, clique em “Baixar PDF”.

Veja a documentação necessária para as solicitações mais comuns: 

  • Número do CPF;
  • Caso você seja o procurador ou representante legal será necessário apresentar a procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela, termo de guarda); e
  • Seu documento de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS) e CPF do procurador ou representante.

Os canais de prestação de serviços do INSS são o site e o aplicativo da autarquia ou a Central de Atendimento disponível no número 135 de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).

Contribuições ao INSS e benefícios

O objetivo do INSS é assegurar renda aos trabalhadores associados que precisam se ausentar da vida laboral por diversos motivos. 

Para ter acesso aos benefícios do INSS é necessário estar na qualidade de segurado (pagar as contribuições mensalmente), ser contribuinte individual, ser  segurado facultativo ou especial ou ser trabalhador avulso.

Então, conheça a seguir os benefícios do INSS:

  • Os auxílios financeiros incluem: auxílio-acidente, auxílio-doença acidentário, auxílio-doença comum, auxílio-reclusão rural e auxílio-reclusão urbano;
    • Se tratando do auxílio-doença ou por acidente é preciso ter a carência mínima de 12 contribuições e comprovar com laudos e exames, a incapacidade que impede a pessoa de exercer suas funções no trabalho;
    • Caso a incapacidade seja irreversível, o segurado pode solicitar a aposentadoria por invalidez;
    • O auxílio reclusão é recebido pelos dependentes do segurado. Para tal é preciso ter contribuído em média 24 meses antes da prisão em regime fechado ou semiaberto. Também não é permitido receber outro benefício do INSS ou salário.
  • As pensões são benefícios muito solicitados e incluem pensão por morte, pensão por morte rural, pensão especial por hanseníase, pensão especial destinada a crianças com Síndrome Congênita do Zika Vírus e pensão especial da síndrome da Talidomida;
    • Cada pensão possui requisitos e regras particulares de acordo com o tipo de doença ou condição do falecimento. Acesse este link para acessar a página do INSS direcionada às especificações das pensões. 
  • As aposentadorias se destinam a diversos grupos e às solicitações diferem de acordo com as condições laborais as quais o segurado foi exposto. Por invalidez, por idade rural, por idade urbana, por tempo de contribuição do professor, por tempo de contribuição (para segurados incluídos na regra de transição). Da pessoa com deficiência por idade, da pessoa com deficiência por tempo de contribuição e, por fim, aposentadoria especial por tempo de contribuição.
    • Para fazer a solicitação de qualquer uma das aposentadorias listadas é necessário ter a idade mínima e tempo de contribuição. 
  • Os benefícios assistenciais são diferentes da aposentadoria, sendo eles:
    • O Benefício de Prestação Continuada (BPC) que é pago para idosos e pessoas com deficiência; e
    • Benefício para os trabalhadores portuários avulsos.
  • Por fim, os benefícios para o trabalhador são mais uma forma de amparo financeiro. São eles: 
  • O salário-maternidade destinado às gestantes, em caso de adoção ou ao pai (em caso de falecimento da mãe da criança). O benefício também conta com um afastamento por até 120;
  • Seguro-defeso pescador artesanal, para pescadores artesanais a fim de garantir uma renda durante o período em que não puder realizar suas atividades devido à piracema; e
  • O salário-família pago ao empregado, inclusive o doméstico, e ao trabalhador avulso, de acordo com o número de filhos ou equiparados que possuam filhos menores de 14 anos ou inválidos.

Para solicitar os benefícios do INSS, basta ligar para o número de telefone 135 ou acessar o portal Meu INSS. Se o segurado achar que é complicado de fazer o pedido sozinho, pode pedir a ajuda de um advogado especialista.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Ana Maria Silva araujo Diz

    Gostaria de saber como está a análise do meu pedido de auxílio doença em primeira estância pelo o INSS desde de março de 2021 que foi dado entrada já sou assegurada e quero saber pôr quê a demora

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.