Consórcio: vale a pena?

0

Existem diversas formas de atingir os seus objetivos financeiros. Isso porque hoje existem produtos financeiros que atendem a diferentes perfis de clientes, mas também que atuam com formas diferentes de fazer você guardar dinheiro. Dessa forma, o consórcio é sempre uma opção para quem quer juntar um dinheiro.

Atualmente, muitas pessoas usam o consórcio para comprar a casa própria, um automóvel próprio ou até mesmo procedimentos cirúrgicos. Contudo, será mesmo que essa é uma boa opção de lidar com o seu dinheiro?

O que é um consórcio?

Antes de contratar um consórcio, você precisa entender como ele funciona e como tirar vantagem dessa forma de poupar. Dessa forma, você precisará pesquisar bastante antes de contratar um e ver quais são os custos envolvidos nesse produto. Contudo, existem opções fora do consórcio comum.

Na prática, o consórcio funciona como um clube de poupadores. Mensalmente, todos os participantes colocam um dinheiro em uma poupança geral. Além disso, todos os meses acontece um sorteio, que premiará quem receberá o valor no mês atual. Por isso, você tem a opção de pagar uma mensalidade e já ter o valor todo na sua conta. Isso é bom para quem não quer pegar empréstimos e não quer recorrer a financiamentos caros.

Apesar disso, você pode ser contemplado apenas no final do seu objetivo. Com isso, você terá que pagar todo o consórcio e somente depois ter acesso ao valor. Nesse caso específico, podemos dizer que você perde dinheiro, dado que com investimentos em renda fixa, você acaba ganhando sempre.

Por isso, contratar um consórcio é contar com a sorte. Além disso, você tomará uma dívida para você. Isso porque todos os meses você é obrigado a pagar aquela mensalidade. Dessa forma, você só deve contratar parcelas que você consegue pagar.

consórcio

Outras alternativas

Além do consórcio, existem outras formas de economizar sem pagar muito. Isso porque os consórcios possuem taxas, que comem parte do seu dinheiro e, com isso, acabam tomando uma parte dos seus valores. Dessa forma, a melhor maneira de economizar é investir mensalmente nos seus objetivos.

Para isso, você deve separar uma parte do seu salário para guardar em produtos de renda fixa. Se você tem dificuldades para isso, uma excelente opção é usar a Monis, uma fintech que permite que você faça investimentos por assinatura.

Caso você opte por essa modalidade de poupar, alguns bancos também contam com especialistas em finanças pessoais que ajudam você a economizar sempre mais. Caso não queira ajuda desse profissional, você pode montar uma planilha financeira para monitorar os gastos do seu aluguel, da sua conta de luz, dos cartões de crédito e de outros gastos. Vale lembrar que os pequenos gastos podem fazer diferença na sua poupança de valores, evitando o uso de consórcios.

Por isso, é sempre bom pensar bem antes de contratar qualquer serviço financeiro. No caso do consórcio, analise as taxas, os prazos e o funcionamento geral da empresa. Busque sempre por empresas consolidadas no mercado.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.