Código original da web é vendido como NFT por US$ 5,4 milhões

Leilão reuniu diversos lances até esta quarta-feira (30) e valor obtido seguirá para iniciativas apoiadas por Tim-Berners Lee, criador da web

0

O leilão do código-fonte da web chegou ao fim nesta quarta-feira (30) e trouxe consigo um resultado bastante expressivo. A saber, os arquivos do código original da World Wide Web foram vendidos por US$ 5,4 milhões, o que corresponde a cerca de R$ 26,9 milhões.

Em resumo, a soma de todos arquivos com o código-fonte da web chegava a 9.555 linhas, e todos eles possuem a data de sua criação. Vale destacar que esse leilão não resultará em qualquer mudança na web, uma vez que a venda envolveu apenas os registros originais dela.

Aliás, o valor arrecadado seguirá para iniciativas apoiadas por Tim-Berners Lee, criador da web. E esse valor acabou alcançando patamares muito altos, especialmente nesta quarta, último dia do leilão. Até a véspera, os lances haviam chegado a “apenas” US$ 2,8 milhões, quase metade do valor final da venda.

Além disso, essa é a primeira vez que a invenção de Berners Lee lhe proporcionará dinheiro diretamente. Isso porque nunca houve patenteamento do código criado por ele. Na verdade, o código havia entrado em domínio público quando criado, rendendo, agora, alguns milhões de dólares a seu criador.

Venda por NFT cresce a cada mês

Em suma, o programador inglês foi apenas mais um que optou por vender a autenticidade de suas obras digitais. A propósito, a venda de NFTs vem ficando cada vez mais popular nos últimos meses. Por exemplo, a venda por US$ 4 milhões do meme doge o fez o meme mais caro da história.

Isso mesmo, as pessoas podem vender até mesmo memes (e ganhar uma bolada com isso). A propósito, não só memes, mas também tuítes, arquivos, obras digitais. Tudo isso pode ser vendido como NFT (non-fungible token), que significa token não-fungível. Para saber mais sobre NFT, clique aqui!

Por fim, a casa de leilão Sotheby’s, através da qual houve a venda do código-fonte da web, ressaltou a importância dos arquivos, classificando-os como alguns dos mais significativos artefatos digitais já vendidos. Pelo que se vê, a onda dos NFTs crescerá ainda mais nos próximos meses.

Leia Mais: Dólar fecha em alta, mas encerra junho com tombo de quase 5%

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.