Canal de Allan dos Santos no Youtube é removido; nova conta continua divulgando vídeos do blogueiro bolsonarista

Allan dos Santos é um dos aliados mais próximos da família de Bolsonaro. Hoje, ele é investigado pelo STF em dois inquéritos

0

Allan dos Santos, blogueiro apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), continua firme em sua tentativa de driblar a ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que, no ano passado, determinou o bloqueio das contas do influenciador na plataforma de vídeos e em outras redes sociais.

Prova disso é que, no domingo (08), o blogueiro divulgou que estava com outro canal no Youtube – o perfil acabou sendo derrubado pela plataforma na segunda-feira (09) por violar os termos de serviço da empresa. Apesar disso, nesta quarta-feira (11), surgiu um outro canal divulgado por Allan dos Santos, criador do “Terça Livre” nas redes sociais.

No atual perfil, existe apenas um vídeo. Essa gravação, inclusive, havia sido postada pelo canal removido. Até o momento, o Youtube resumiu-se a dizer que o caso está sob análise. Apesar disso, a plataforma explicou que usuários que realizam violações repetidas ou graves das regras podem ter seus canais removidos.

“Nesses casos, não será permitido ao criador usar, ter ou criar nenhum outro canal ou conta no YouTube”, informa a plataforma, explicando ainda que, “quando não há violação à política de uso do YouTube, a análise sobre a necessidade de remoção de conteúdo cabe ao Poder Judiciário”.

Investigações contra Allan dos Santos

Allan dos Santos é um dos aliados mais próximos da família de Bolsonaro. Hoje, ele é investigado pelo STF em dois inquéritos: um que investiga a propagação de notícias falsas e outro que apura a suposta existência de uma milícia digital.

Allan dos Santos
Allan dos Santos é um dos aliados mais próximos da família de Bolsonaro. Hoje, ele é investigado pelo STF em dois inquéritos. (Foto: reprodução)

Assim como publicou o Brasil123, em outubro do ano passado, Alexandre de Moraes determinou a prisão preventiva de Allan dos Santos que, hoje, está nos Estados Unidos.  Além da ordem, o ministro também determinou que o Ministério da Justiça e Segurança Pública promovesse, de forma imediata, o processo de extradição do blogueiro. Apesar das ordens, o influenciador continua livre, e bem longe do Brasil.

Leia também: Bolsonaro muda ministro de Minas e Energia; veja quem assume

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.