Bolsa Família: Mais de 5 milhões deixam de receber o auxílio emergencial; entenda

Confira as últimas informações sobre o benefício

0

Um total de 5,4 milhões beneficiários do Bolsa Família não receberam os pagamentos do auxílio emergencial correspondentes ao mês de setembro.

Os créditos não foram aplicados porque eles deixaram de ser elegíveis ao benefício. Dessa forma, as famílias nesta situação retornaram ao Programa Bolsa Família (PBF), e voltam a receber o valor habitual do programa.

Bolsa Família: Mais de 5 milhões deixam de receber o auxílio emergencial; entenda
Bolsa Família: Mais de 5 milhões deixam de receber o auxílio emergencial – Foto: Reprodução

Bolsa Família

De acordo com as regras do PBF, o benefício é concedido às famílias com renda mensal per capita, isto é, por pessoa, de até três salários mínimos, o que corresponde ao valor de R$ 3.300 atualmente.

Como se sabe, os repasses do auxílio emergencial, foram aplicados aos beneficiários do Bolsa Família de acordo com a regra do valor mais vantajoso. Sendo assim, os que passariam a receber um valor mais alto com o auxílio, migraram temporariamente para esse programa.

A Dataprev analisou o cadastro de todas as pessoas que têm acesso ao auxílio emergencial para validar aqueles que ainda atendem aos requisitos.

Com isso, a partir desse pente fino, foi identificado o público que não mais está elegível, e que deixa de receber os repasses das últimas parcelas.

Para verificar se você ainda vai receber o auxílio emergencial, consulte o site da Dataprev.

Sétima parcela do auxílio emergencial

A partir do dia 18 de outubro de 2021, será repassada a sétima e última parcela do auxílio emergencial aos inscritos no Bolsa Família. Lembrando que o benefício é pago para aqueles que estão cadastrados no programa e que cumprem os requisitos para ter acesso ao benefício emergencial.

As datas para Bolsa Família seguem o calendário tradicional do programa. Isto é, ocorre sempre nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) final dos beneficiários.

Leia ainda: Devolução do Auxílio Emergencial: Governo notifica 627 mil pessoas; saiba o que fazer

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.