Bitcoin atinge maior valor em quase um mês ao subir 15% em cinco dias

Maior e mais famosa criptomoeda do mundo volta a se tornar o ativo com o melhor desempenho em 2021 e supera os US$ 50 mil

0

O bitcoin voltou a superar a marca dos US$ 50 mil na manhã desta terça-feira (5). A saber, a maior e mais famosa criptomoeda do mundo estava negociada a US$ 50.183 às 7h de hoje. Com isso, acumulava uma valorização de 5,5% no dia e de 14% na semana.

A última vez que o bitcoin havia ultrapassado a barreira dos US$ 50 mil foi há quase um mês. Na verdade, o mercado havia definido esse nível como a barreira a ser quebrada, e a criptomoeda conseguiu. Agora, a nova cotação a ser superada é a de US$ 52 mil, segundo especialistas.

“É muito cedo para dizer se isso se transformará em um novo nível de suporte no curto prazo, mas está claro que a visão predominante do mercado é otimista”, afirmou Jason Deane, analista da Quantum Economics, à CoinDesk. A propósito, a cotação das moedas digitais ocorre de maneira ininterrupta.

Veja o que impulsionou a cotação do bitcoin nos últimos dias

Em resumo, o bitcoin vem registrando avanços nos últimos pregões devido a alguns motivos. Um dos principais é a forte entrada de capital institucional, que protegeu o nível de suporte de US$ 40 mil na semana passada. A saber, houve injeção diária de US$ 1,75 bilhão, segundo dados da casa de análise Glassnode.

Com a recente e expressiva valorização, o bitcoin passou a ser o ativo com o melhor desempenho em 2021. No ano, acumula ganhos de 49,1%, consolidando-se como uma sólida opção de investimento institucional. Aliás, estas informações são da empresa de investimentos NYDIG.

Por fim, os recentes ganhos fizeram o mercado de criptomoedas voltar a valer US$ 2,27 trilhões. Em suma, as transações de moedas digitais dispararam 706% nas regiões da Ásia Central, Sul da Ásia e Oceania. Isso ocorreu apesar das diversas medidas restritivas às criptomoedas na China.

Leia Mais: Outra imobiliária chinesa não paga dívidas e corre risco de falência

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.