Auxílio Emergencial: Quem recebe as novas parcelas?

Confira as últimas novidades do auxílio emergencial

0

Diante da confirmação da prorrogação do auxílio emergencial em mais três parcelas, levando os pagamentos do benefício até outubro, começam os questionamentos a respeito dos beneficiários que terão direito à extensão do benefício.

É importante saber que as regras para a concessão do auxílio e os beneficiários do programa não mudaram, sendo assim, como primeira condição é que o trabalhador já esteja inscrito no cadastro desde 2020, tendo recebido o auxílio emergencial em 2020, para o trabalhador informal ou beneficiário do Bolsa Família. Além disso, o cidadão precisa ter renda familiar mensal de até três salários mínimos e renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo.

Quanto às parcelas, não teremos mudanças também, sendo mantidos os valores aplicados até então. Assim, a família composta por apenas uma pessoa recebe R$ 150 mensais; a família formada por mais de uma pessoa, recebe o valor de R$ 250, e para a família chefiada por uma mulher sem cônjuge ou companheiro, o valor é R$ 375.

Pagamento das novas parcelas

Os pagamentos do auxílio emergencial seguirão conforme os ciclos anteriores, ou seja, o governo deposita o dinheiro nas contas digitais gratuitas abertas pela Caixa Econômica em nome dos beneficiários. O dinheiro pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. O saque em dinheiro só é liberado semanas depois, em calendário que ainda será divulgado pelo governo federal para as novas parcelas.

Ainda não foram divulgadas as datas das novas parcelas, entretanto, é possível adiantar que para o grupo do Bolsa Família, o pagamento ocorre sempre nos dez últimos dias do mês, de acordo com o cronograma habitual do programa.

Novo Bolsa Família

A chegada do novo Bolsa Família tem gerado muita expectativa, mas na divulgação da prorrogação do auxílio emergencial foi dado um norte de quando o novo programa chegará, com a declaração do ministro da Cidadania, João Roma: “Já em novembro entraremos com um novo programa social do governo, fortalecido e ampliado, para que os brasileiros possam também avançar cada vez mais não só com o suporte do Estado brasileiro para essa situação de vulnerabilidade, mas que ele possa vencer e avançar na sua situação e na sua qualidade de vida.

Leia também: Projeto facilita prova de vida para aposentados e pensionistas; conheça as mudanças propostas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.