Ancilostomose: o que é e como evitar

Conheça agora e que é ancilostomose e veja como tratar

0

Quem já passou dos 40 anos, deve lembrar da história do Jeca Tatu, aquele senhor magrinho, que vivia no interior, sempre descalço e que tinha a doença chamada amarelão. Era uma cartilha dada nas escolas, falando da ancilostomose. Se você não conhece a história, hoje, nós do Brasil 123, vamos informar sobre a doença ancilostomose, não muito comum nos dias de hoje, mas que ainda existe.

O que é a ancilostomose? 

A ancilostomose, também chamada ancilostomíase ou amarelão. É causada por dois parasitas: o Ancylostoma duodenale ou o Necator americanus. Ambos se alojam nos intestinos causando várias complicações.

São vermes nematelmintos que pertencem à família Ancylostomatidae. Seu tamanho é menor de 1 centímetro de comprimento, possuindo tubo digestivo completo. Na boca, o Ancylostoma duodenale possui dentes e o Necator americanus possui lâminas orais, para se fixar no intestino e causar danos aos capilares sanguíneos. Se alimentam principalmente de sangue.

Quais são os sintomas da ancilostomose?

Apresenta como primeiro sintoma, uma pequena ferida vermelha no local por onde o verme entra no corpo, que causa muita coceira. Quando atinge a corrente sanguínea, surgem outros sintomas como:

  • Tosse
  • Respiração com chiado
  • Dor de barriga
  • Diarreia
  • Perda de apetite e de peso
  • Fraqueza
  • Cansaço
  • Fezes escuras em com cheiro ruim
  • Febre
  • Anemia e palidez

Assim que surgirem os sintomas, o médico deve ser consultado para constatar o diagnóstico e realizar o tratamento correto.

Como é feito o tratamento da ancilostomose?

Normalmente o tratamento é realizado principalmente em três orientações: eliminar os vermes, aliviar os sintomas e tratar a anemia.

Assim, o médico recomendará:

  • Suplementos de ferro para tratar a anemia.
  • Antiparasitários para eliminar os vermes.
  • Tratamentos para aliviar os sintomas.

Conheça a transmissão da doença para se prevenir contra ela

A doença é transmitida com a penetração do verme na pele. Dessa forma, ocorre quando andamos descalços, em solo contaminado com as larvas.

A doença ocorre principalmente em países de clima quente e úmido, que possuem falta de saneamento e condições de higiene. A contaminação do solo é feita a partir de ovos de larvas que saem nas fezes de uma pessoa contaminada.

Assim, tome cuidado, não ande descalço em locais que você não conhece os cuidados com o solo. Os vermes entram na pele a partir de pequenos ferimentos ou rachaduras existentes no pé.

O que é ancilostomose - Reprodução AdobeStock
O que é ancilostomose – Reprodução AdobeStock

Como se prevenir da ancilostomose?

Mantenha sempre a educação sanitária, ou seja, evacue somente nos locais corretos e destine corretamente os dejetos humanos.

Realize corretamente o tratamento dos esgotos e construa fossas sépticas para impedir que os ovos se depositem no solo.

Evite andar descalço, pois a maior incidência de entrada de vermes no corpo humano é pelos pés.

É preciso tratar as pessoas doentes, e assim, evitar que o ciclo da doença se perpetue.

Por fim, agora que você já sabe o que é a ancilostomose, sua forma de atuação no corpo humano e contágio, previna-se da doença seguramente.

Além disso, sempre que souber de alguém com os sintomas descritos, indique um médico para o tratamento correto.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.