Universidades se unem para realização de Vestibular Indígena em 2022

0

A Unicamp e a UFSCar, duas das maiores universidades do Brasil, realizarão um Vestibular Indígena em 2022. As duas instituições se uniram e, nesta segunda-feira (13), abriram as inscrições para a seleção conjunta.

Quem pode participar do Vestibular Indígena

A seleção realizada de forma conjunta pela Unicamp e pela UFSCar é exclusiva para indígenas. Por isso, para participar desse vestibular o candidato precisa comprovar que é integrante de alguma das etnias indígenas que existem no território brasileiro.

No entanto, essa não é a única regra. Além disso, é preciso ter cursado o ensino médio em escola pública ou em escola indígena que faça parte da rede pública. Sendo assim, quem é indígena e estudou em escolas particulares durante essa etapa da vida escolar não pode participar.

Prazos do Vestibular Indígena 2022 da Unicamp e UFSCar

As inscrições começaram no dia 13 de dezembro e vão encerrar no dia 20 de janeiro. É preciso acessar o site da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares) para realizar a inscrição. Aliás, vale ressaltar que não há nenhuma taxa para participar dessa seleção.

Por se tratar de uma seleção a nível nacional, a prova, que vai acontecer no dia 13 de março, pode ser feita em uma das cidades abaixo:

  • Bauru (SP);
  • Campinas (SP);
  • Dourados (MS);
  • Manaus (AM);
  • Recife (PE);
  • São Gabriel da Cachoeira (AM);
  • Tabatinga (AM).

Ademais, os estudantes que desejarem entrar no curso de Música terão uma prova de Habilidades Específicas. Portanto, é preciso enviar um arquivo digital entre os dias 25 de janeiro e 08 de fevereiro de 2022.

A divulgação da primeira lista de chamada, por sua vez, será no dia 18 de abril de 2022. Então, após essa data, começam as matrículas.

Quantas vagas serão oferecidas no Vestibular Indígena

A seleção vai ocorrer exatamente para garantir o acesso de indígenas ao ensino superior. Por isso, a Unicamp vai ofertar 130 vagas, sendo que elas são distribuídas entre os cursos da instituição. A UFSCar, por outro lado, terá até duas vagas em cada curso.

Como será a prova

O exame será em Língua Portuguesa, assim como os vestibulares tradicionais que ocorrem nessas instituições. Além disso, as provas abordarão as quatro áreas do conhecimento que costumam ser cobradas no ENEM e em outras seleções:

  • Linguagens e Códigos, ou seja, o conjunto de matérias que envolve Língua Portuguesa, Artes e idiomas. Serão 14 questões dessa área.
  • Ciências Humanas, isso é, a área que contempla matérias como História, Geografia, Sociologia e Filosofia. Neste caso, são 12 questões.
  • 12 questões de Matemática;
  • Por fim, 12 questões de Ciências da Natureza, envolvendo Biologia, Química e Física.

Todas as questões serão de múltipla escolha e haverá redação. Com isso, o Vestibular Indígena da Unicamp e UFSCar é uma ótima oportunidade para indígenas que desejam entrar na universidade.

 

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.