Restituição do imposto de renda: veja as datas

0

A época de declaração do IR está se encaminhando para o fim e, com isso, é hora de começar a olhar para a restituição do imposto de renda. Nesse ano, assim como nos anteriores, serão cinco lotes de pagamentos, que vão do dia 31 de maio até o dia 30 de setembro. Por isso, é importante que você declare o quanto antes.

Além disso, é fundamental que você faça a declaração corretamente. Isso porque qualquer erro pode inviabilizar a restituição do imposto de renda, além de incorrer em multas pelo Governo Federal. Por isso, não deixe para a última hora e faça com calma o preenchimento dos campos da Receita Federal.

O que é a restituição do imposto de renda?

Quando você declara os seus rendimentos tributáveis ao governo, existe um cálculo que diz, aproximadamente, o quanto de impostos você pagou durante o ano. Para quem pagou mais impostos do que deveria, a Receita Federal devolve esse valor excedente, sendo ele a restituição do imposto de renda.

Por isso, quanto maior a diferença dos seus gastos com os impostos que, teoricamente, deveria ter pago, maior será o valor que você recebe de volta. Daí a importância de declarar com os valores corretos: qualquer valor diferente pode diminuir o valor da restituição do imposto de renda. Para quem está na dúvida, é possível também optar pela declaração automática, onde o programa da Receita Federal mostra, automaticamente, os valores aos quais ela têm acesso. Se ele estiver de acordo com os seus documentos, basta enviar. Esse passo a passo pode demorar menos de 5 minutos, para algumas pessoas.

Depois de declarado o imposto de renda, é hora de esperar a restituição. Para isso, o governo paga antes para quem declarou de forma antecipada. Quem deixou para declarar por último receberá a restituição do imposto de renda nos lotes finais.

milhas aéreas no imposto de renda
Foto: Reprodução

Calendário de pagamentos

O calendário de pagamentos está perto de começar e algumas pessoas já receberão a restituição do imposto de renda nesse mês. Ainda, existe uma novidade para esse ano: o contribuinte pode optar receber via Pix, o que dá muito mais agilidade na hora de receber esse dinheiro. A chave utilizada será o próprio CPF do contribuinte.

O primeiro lote de pagamentos acontecerá no dia 31 de maio, uma terça-feira. O valor será pago para quem declarou ainda no início do prazo, nos primeiros dias. Quem pegar o segundo lote receberá os valores no dia 30 de junho. O terceiro lote será no dia 29 de julho e o quarto lote no dia 31 de agosto. Por último, receberão os valores da restituição do imposto de renda no dia 30 de setembro aquelas pessoas que deixaram para a última hora a declaração do IR. Com isso, encerra-se o prazo de pagamentos.

Além disso, vale lembrar que você pode saber se tem direito ao dinheiro já na hora de fazer a sua declaração. Por isso, vale a pena prestar atenção aos detalhes e, também, declarar as despesas que podem aumentar a sua restituição do imposto de renda.

5/5 - (3 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.