Primeiro-ministro britânico é envolvido em polêmica após participar de festa durante confinamento

0

A popularidade do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já não está nas alturas há tempos, e tem sido cada vez mais comprometida pelas novas ações do parlamentar. A novidade da vez foi vê-lo se colocar em apuros nesta terça-feira, 11, após ser flagrado em uma grande festa enquanto deveria estar em confinamento. 

 

Primeiro-ministro britânico é envolvido em polêmica após participar de festa durante confinamento
Primeiro-ministro britânico é envolvido em polêmica após participar de festa durante confinamento. (Imagem: Diário de Pernambuco)

 

Conforme apurado, a festa teria sido promovida nos jardins de Downing Street, e agora é alvo de investigação da polícia britânica. É importante se lembrar que no próximo mês de maio completa dois anos desde que o Reino Unido decretou o confinamento em virtude dos efeitos da pandemia da Covid-19, hiato no qual o próprio primeiro-ministro foi infectado pelo vírus. 

Ele ficou hospitalizado e sob o tratamento de uma terapia intensiva no mês de abril do ano passado, deixando 67 milhões de britânicos sem interações sociais. Na época, os negócios não essenciais estavam fechados, impedindo a população de se locomover livremente. 

Segundo informações divulgadas pelo canal privado ITV News, o secretário particular do primeiro-ministro Martin Reynolds, havia enviado um e-mail a uma centena de funcionários convidando-os após um período intenso de ocupação, para “aproveitar o bom tempo tomando algumas bebidas com distanciamento social em 20 de maio, em Downing Street”.

O convite dava instruções para que todos comparecessem à reunião a partir das 18h e que levassem as próprias bebidas. No entanto, algo inesperado aconteceu, a mensagem vazou para a imprensa britânica, voltando a colocar o polêmico parlamentar, que se diz conservador, nos olhos da mídia.

Segundo os veículos de imprensa britânicos, a festa contou com a presença de Boris Johnson e da esposa, Carrie. No dia 29 de abril daquele ano, ela havia dado à luz ao primeiro filho do casal, Wilfred, que hoje tem dois anos de idade. Em um comunicado emitido nesta segunda-feira, 10, a polícia de Londres disse estar investigando o caso.

“O serviço da Polícia Metropolitana está ciente das informações em relação às supostas infrações dos regulamentos de proteção sanitária em Downing Street, em 20 de maio de 2020, e está em contato com o gabinete”, declarou. É importante mencionar que, apesar de ser um acontecimento antigo, até hoje ele repercute na mídia sempre dando o que falar enquanto não há uma solução para o caso.

Vale dizer que esta não é a primeira vez que o governo britânico é acusado de contornar as restrições impostas ao povo britânico. A especulação é de que cerca de 50 funcionários de Downing Street tenham feito uma festa de Natal no dia 18 de dezembro daquele ano, e que alguns até brincaram sobre o ocorrido mais tarde. 

Foi inclusive este o acontecimento que levou o então porta-voz do primeiro-ministro, Allegra Stratton, a renunciar ao posto, com 54% dos britânicos declarando que Boris Johnson deveria abandonar o cargo. 

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.