PIB da zona do euro tem leve alta de 0,2% no primeiro trimestre

Guerra entre Rússia e Ucrânia ajuda a enfraquecer atividade econômica da região; PIB da Alemanha cresce 0,2%, mas o da França recua 0,2%

0

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro encerrou o primeiro trimestre deste ano com um leve avanço de 0,2%, na comparação com o trimestre anterior. A saber, a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, divulgou os dados nesta sexta-feira (29).

Esse crescimento é o quarto consecutivo, mas o menor do período. Isso porque o PIB da zona do euro cresceu 2,2% tanto no segundo quanto no terceiro trimestre do ano passado. Já os últimos três meses de 2021 tiveram uma forte desaceleração econômica e o avanço foi de apenas 0,3%.

No acumulado dos últimos 12 meses, o PIB da zona do euro teve uma forte expansão de 5% em relação aos 12 meses imediatamente anteriores.

Veja mais detalhes do desempenho do PIB na Europa

Além disso, o Eurostat ainda informou que o PIB da União Europeia (UE) cresceu 0,4% nos três primeiros meses deste ano. O resultado também representa uma leve desaceleração na comparação com o trimestre anterior (0,5%). Já no acumulado em 12 meses, a expansão chegou a 5,2%. Aliás, a UE é composta por 27 países.

Na União Europeia, os países que se destacaram positivamente no primeiro trimestre foram Portugal e República Tcheca, cujas economias cresceram 2,6% e 2,5%, respectivamente. A saber, estas foram as taxas mais elevadas entre os países europeus.

Entre as maiores economias da zona do euro, a Alemanha conseguiu fechar o primeiro trimestre com um avanço de 0,2%. Assim, a maior economia da Europa ajudou a manter a taxa da eurozona no campo positivo. Por sua vez, o PIB da Espanha avançou 0,3% no período.

Por outro lado, a economia da França encolheu 0,2% no trimestre, enquanto a da Itália experimentou uma estagnação (0,0%).

A zona do euro é formada atualmente por 19 países do continente: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia e Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda e Portugal. E o resultado da zona do euro consiste na soma de todas estas economias no trimestre.

Leia Mais: Governo amplia redução do IPI para 35%; veja como isso afeta sua vida

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.