Pesquisa aponta que a maior dificuldade para conseguir um emprego é a distância

De acordo com pesquisa da CNDL, 4 a cada 10 trabalhadores têm dificuldades em conseguir emprego por causa da distância. Entenda

0

Estudo aponta que quatro, a cada dez trabalhadores, têm mais dificuldade em conseguir um emprego devido à distância da moradia ao trabalho. Isso porque uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae, apontou que 42% dos usuários de transporte público relataram a dificuldade em conseguir um emprego pelo número de conduções que seriam necessárias para chegar ao trabalho.

Dados da pesquisa do CNDL

Com base em 800 trabalhadores, residentes em todas capitais brasileiras, que necessitam do transporte público para trabalhar, a pesquisa apontou os seguintes dados:

  • 56% deles pegam duas conduções por dia para chegar ao destino;
  • 23% pegam mais de três conduções para chegar ao destino.

A média geral de espera dos cidadãos no ponto de ônibus, estação de trem e metrô, chega a 23,7 minutos. Outro dado alarmante é que 40% esperam de 15 a 30 minutos.

Os brasileiros que moram nas capitais chegam a gastar duas horas por dia no trânsito, seja para ir ao trabalho, escola, faculdade ou fazer compras. Esse dado representa cerca de 21 dias do ano, apenas gastos em locomoção.

Muitos cidadãos deixam de fazer alguma atividade pelo motivo da dificuldade de locomoção:

  • Lazer: 44%;
  • Compras: 25%;
  • Trabalho: 23%;
  • Atendimentos de saúde: 23%.

De acordo com o portal G1, o presidente da CNDL informou que a mobilidade urbana afeta diretamente o desenvolvimento econômico e social. Ele acrescenta que o tempo em que o trabalhador gasta no trânsito para ir ao trabalho, interfere diretamente no bem-estar e na produtividade do mesmo.

Trabalho híbrido: Melhoria para a mobilidade dos trabalhadores

Durante a pesquisa, o modelo de trabalho híbrido foi citado e 17% dos entrevistados disseram que realizam trabalho remoto três dias na semana, o que já reduz o uso de conduções. A maioria, cerca de 68%, afirmam que pretendem continuar trabalhando na modalidade híbrida.

Condições de locomoção dos trabalhadores

Segundo a pesquisa, o ônibus é o meio de locomoção mais utilizado pelos trabalhadores, sendo citado por 36% dos participantes. Em segundo lugar, 22% dos trabalhadores utilizam carros para a locomoção até o trabalho.

Quando se trata da qualidade do trânsito em suas cidades, o percentual de entrevistados que consideram bom ou ótimo é de apenas 10%. 32% consideram a situação do trânsito regular em suas cidades e 58% consideram ruim ou péssimo.

 

Veja também: Soft Skills: Saiba o que são e como desenvolvê-las na área de TI

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.