Ibovespa atinge máxima histórica, mas fecha sessão com leve queda

Aumento de infecções e mortes pela Covid-19 impede alta

1

O Ibovespa começou o ano com o pé direito, renovando sua máxima histórica (120.354 pontos) na primeira hora da sessão. No entanto, o ímpeto dos investidores desmoronou como um castelo de areia, e o índice encerrou o pregão com leve queda de 0,14%. Esse resultado acompanhou as bolsas americanas, que sofreram forte impacto negativo com o avanço das infecções e mortes provocadas pela Covid-19. Ou seja, a cautela predominou nos mercados globais.

Em resumo, o ritmo acelerado de contágio do coronavírus, em especial nos Estados Unidos e no Reino Unido, provocou receio geral. Ambos os países registraram recorde de novos casos no último sábado (2), superando 291 mil e 57 mil, respectivamente. Aliás, por volta das 17h, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou o lockdown nacional na Inglaterra. De acordo com ele, o objetivo é conter o avanço da nova variante do coronavírus, que é 70% mais contagiosa, segundo análises iniciais. O terceiro lockdown da Inglaterra terá início amanhã (5).

 

Veja as principais variações no Ibovespa

Houve uma queda forte na maior parte das ações que compõem o Ibovespa. Dos 81 papéis, 63 recuaram ao término do dia. Entre compras e vendas, as ações movimentaram um montante de R$ 22,7 bilhões. Em suma, o índice até chegou a registrar forte queda de quase 1%, por volta das 14h15, mas os fortes ganhos das ações da Vale (4,59%) seguraram a queda. Além disso, a Petrobrás também avançou mais de 2,00% no dia. E isso foi fundamental para a impedir uma forte variação negativa, visto que as ações destas empresas respondem por mais de 20% da carteira do Ibovespa.

Assim, o top cinco das maiores altas percentuais no Ibovespa foi composto por: CSN ON (7,28%), PetroRio ON (6,57%), Gerdau PN (6,50%), Metalúrgica Gerdau PN (4,80%) e Cosan ON (4,63%). Isso mostra que as ações mais beneficiadas no dia foram as ligadas a commodities, além daquelas relacionadas ao minério de ferro e ao petróleo, que também subiram no dia.

Por outro lado, as principais quedas vieram de: Embraer ON (-5,42%), JHSF Part ON (-4,74%), Iguatemi ON (-4,55%), Sabesp ON (-4,23%) e Multiplan ON (-4,16%). Nesse caso, ações de shoppings recuaram fortemente, bem como as de empresas aéreas, como a Azul PN (-3,99%) e a Gol PN (-3,93%).

 

LEIA MAIS

Confiança empresarial recua em dezembro, mantendo tendência de queda

Inflação medida pelo IPC-S cai em quatro das oito classes de despesas pesquisadas

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Ibovespa atinge máxima histórica, mas fecha sessão com leve queda […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.