Funcionário recebe R$ 1,6 milhão da empresa por engano e foge com dinheiro

Empresa chilena entrou na Justiça e tenta reaver o valor, alegando "apropriação indevida" do funcionário

0

Um caso bastante inusitado vem ganhando os noticiários do Brasil nos últimos dias. A saber, um funcionário de uma empresa produtora de frios recebeu por engano R$ 1,6 milhão e fugiu com o dinheiro.

Esse caso aconteceu no Chile. Na verdade, o funcionário recebeu 281 milhões de pesos chilenos, que equivalem a mais de R$ 1,5 milhão, e simplesmente desapareceu com o dinheiro. Pelo menos é o que afirma uma reportagem do jornal argentino Clarin.

De acordo com o jornal, um erro da área de recursos humanos da empresa chilena fez o dinheiro cair na conta desse funcionário. O homem descobriu a fortuna apenas quando recebeu o salário de maio. E a reação dele ao ver a quantia milionária em sua conta foi fugir com o dinheiro.

Leia também: Saiba mais sobre o auxílio de R$ 1 mil para caminhoneiros

Acordo de entrega não deu certo

Inicialmente, o funcionário escondeu ter recebido a quantia. No entanto, a empresa percebeu o erro e avisou a ele que teria que devolver o dinheiro que havia caído em sua conta. Inclusive, a empresa combinou com o funcionário a devolução da quantia, mas, no dia combinado, o homem não foi à agência bancária.

A saber, o funcionário já havia sacado o dinheiro e avisou que o devolveria. “Ligaram para ele centenas de vezes, até que ele atendeu e comentou que tinha adormecido. Eles continuaram esperando, mas o dia passou sem nenhuma resposta”, informou a reportagem do jornal argentino.

Após esse episódio, o funcionário da empresa passou vários dias sem dar notícias. Então, um advogado apareceu na empresa e relatou que o seu cliente não estava convencido a devolver o dinheiro, pois o erro havia sido da empresa.

Por fim, a empresa chilena entrou na Justiça para reaver a quantia. Em suma, a ação judicial movida denuncia o funcionário por “apropriação indevida”. A empresa alega que, apesar de ter depositado o dinheiro na conta do funcionário por engano, isso não lhe dava o direito de se apropriar do dinheiro.

Leia também: Preço da carne de frango dispara 20% em 12 meses, revela IBGE

4.5/5 - (4 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.