Crise alimentar mundial pode durar anos, alerta ONU

Guerra entre Rússia e Ucrânia agrava situação do planeta, que já sofria grandes impactos com a pandemia da Covid-19

0

A Organização das Nações Unidas (ONU) vem alertando há meses sobre a crise alimentar que afeta o planeta. Diversos fatores vêm contribuindo para o agravamento da situação no mundo. E, se não houve um combate firme a esse cenário, a crise poderá durar anos, deixando “dezenas de milhares” à beira da insegurança alimentar.

De acordo com o secretário-geral da ONU, António Guterres, a escassez de fertilizantes e grãos é um fator de perigo. Em resumo, a pandemia da Covid-19 afetou significativamente as cadeias globais de abastecimento. Assim, diversas nações sofreram para conseguir produtos básicos para a sobrevivência de milhões de pessoas.

Essa crise já estava forte antes mesmo da pandemia devido ao aquecimento global. Em outras palavras, o cenário global só piorou nos últimos anos. Em 2022, a guerra entre Rússia e Ucrânia agravou a situação, e tudo isso ameaça colocar “dezenas de milhões de pessoas à beira da insegurança alimentar”, segundo Guterres.

Além disso, as projeções indicam que o cenário atual pode resultar em “desnutrição e fome em massa, uma crise que poderá durar por anos”. A saber, o secretário da ONU fez as declarações após o Banco Mundial anunciar que destinará US$ 12 bilhões para ações que visam reduzir os efeitos da fome no mundo.

Rússia bloqueia exportações de grãos ucranianos

As preocupações mais recentes vêm do leste europeu. Desde o início da invasão à Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro, o comércio global de alimentos ficou ainda mais afetado. Em suma, o país comandado por Vladimir Putin segue impedindo exportações de grãos ucranianos. Aliás, Guterres pediu para a Rússia liberar esses envios para o exterior.

“As implicações econômicas e financeiras são complexas e requerem boa vontade de todos os lados para que um acordo seja firmado” disse.

Inclusive, ele afirmou que está em contato com oficiais russos para tentar resolver essa situação, mas não deu detalhes. “Não vou entrar em detalhes porque declarações públicas podem afetar as chances de sucesso da negociação”, falou.

Saiba porque a Ucrânia é importante para o mundo

Vale destacar que a Ucrânia é um dos maiores produtores e exportadores globais de commodities. Por isso que o bloqueio das suas exportações é tão prejudicial ao planeta. Veja abaixo alguns dados que explicam essa importância:

  • É responsável por 12% da produção global de trigo;
  • Responde por 15% da produção mundial de milho;
  • Concentra metade da produção de óleo de girassol do planeta.

A saber, a maior parte desses grãos seguia para o exterior através dos portos ucranianos. Contudo, tropas russas tomaram os portos e estão fazendo a produção agrícola sair do país apenas pelas rotas terrestres. O problema é que o meio é bem menos eficiente. Aliás, esse cenário ajudou a elevar os preços mundiais dos alimentos nos últimos meses.

“Vamos ser claros, não é solução efetiva para a crise de alimentos sem a reintegração da produção ucraniana de comida. A Rússia precisa permitir a exportação segura dos grãos armazenados nos portos ucranianos”, disse Guterres.

Leia Também: Nubank lança função que permite pagamentos por aproximação

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.