Auxílio Brasil de R$ 400: Nova rodada apresenta um pequeno aumento; veja os números

Confira as atualizações sobre o programa social

0

O Governo Federal inicia nesta quarta-feira (18) o pagamento do Auxílio Brasil a 18,1 milhões de famílias. Com isso, o total de famílias contempladas teve um leve aumento em comparação ao mês de abril, mas longe de zerar a fila de espera que chega a quase 1 milhão de pessoas.

Os primeiros a receber são os beneficiários com o final 1 no Número de Identificação Social (NIS), de acordo com o calendário do programa. Os repasses seguem até 31 de maio.

A saber, o investimento do Ministério da Cidadania é de R$ 7,3 bilhões neste mês.

Distribuição do Auxílio Brasil

A região com maior número de beneficiários é a Nordeste, com 8,5 milhões de famílias contempladas pelo benefício voltado para pessoas em situação de pobreza e de extrema pobreza.

A Região Sudeste aparece na sequência, com 5,2 milhões de famílias beneficiadas, seguida pela Norte (2,1 milhões), Sul (1,2 milhão) e Centro-Oeste (937 mil).

Vale destacar que cada família recebe o valor mínimo de R$ 400, e o tíquete médio é de R$ 409,51.

Além do benefício básico, há rendas complementares de acordo com os perfis das famílias, tais como a Bolsa Esporte Escolar, a Bolsa de Iniciação Científica e a Inclusão Produtiva Rural.

“O nosso foco é sempre no cidadão, aquele que mais precisa, nesse momento de recuperação social por que o país passa. O Auxílio Brasil é essencial, até porque quem tem fome não pode esperar o dia de amanhã, mas sempre com foco em criar chances de autonomia às famílias”, afirma o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento.

Auxílio Brasil - Maio de 2022
Imagem: Divulgação Ministério da Cidadania

Bahia tem o maior número de beneficiários do Auxílio Brasil

Na divisão por Unidades Federativas, a Bahia é o estado com o maior número de beneficiários em maio de 2022. São 2,25 milhões de famílias.

Na sequência aparecem São Paulo (2,19 milhões), Pernambuco (1,44 milhão), Minas Gerais (1,43 milhão), Rio de Janeiro (1,34 milhão) e Ceará (1,31 milhão).

Habilitação

O Auxílio Brasil é voltado para pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social. Para serem habilitadas, as famílias devem atender os critérios de elegibilidade, ter os dados atualizados no Cadastro Único nos últimos 24 meses e não podem ter informações divergentes entre as declaradas no cadastro e em outras bases do Governo Federal.

A seleção é feita de forma automática, considerando a estimativa de pobreza, a quantidade de famílias atendidas em cada município e o limite orçamentário anual do Auxílio Brasil, por meio do Sistema de Benefícios ao Cidadão (Sibec).

Com informações do Ministério da Cidadania

Veja ainda: Valores a receber: Nova consulta do Banco Central já está liberada?

1/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.