Aparelhos eletrônicos velhos e estragados: o que fazer com eles

Tem um eletrônico velho e estragado? Saiba o que fazer com ele antes de jogar fora

0

Ao contrário do que acreditamos, existem outros usos para aparelhos eletrônicos velhos e estragados. Aquele celular capenga e de tela rachada, um notebook que não funciona mais e outros eletrodomésticos podem ter um outro fim.

Esses outros usos para aparelhos eletrônicos velhos e estragados exigem criatividade e vontade de agir, que pode gerar lucros. Isso porque, ações restauradoras e outras são comportamentos desencorajados na lógica de mercado atualmente. Entretanto, são os meios mais saudáveis para a conservação do ambiente.

Veja os preços médios dos combustíveis nas regiões brasileiras

Continue lendo esse artigo para saber mais sobre os outros usos para aparelhos eletrônicos velhos e estragados.

Restaurações

Um dos outros usos para aparelhos eletrônicos velhos e estragados são as restaurações. E não apenas do equipamento com defeito. Essas restaurações podem ser feitas utilizando peças novas capazes de ampliar a capacidade de funcionamento do eletrônico usado, melhorando seu desempenho. Notebooks, por exemplo, apresentam limitações espaciais. Ou seja, expansões de circuito não são tão frequentes e possíveis quanto em um computador de mesa.

Entretanto nada impede que modificações sejam feitas e que esse câmbio de peças ocorra. Ademais, o uso de peças funcionais de um equipamento eletrônico que está encostado no canto é sempre uma boa opção. Assim, você estará economizando na compra de algo que pode ser reaproveitado e está ao seu alcance.

Compra e venda de peças

A compra e venda de peças também é um dos outros usos para aparelhos eletrônicos velhos e estragados. Isso porque, nem sempre é o equipamento por inteiro que apresenta defeito ou outras complicações de funcionamento. Muitas vezes, peças-chave e de alto valor podem estar plenamente funcionais e a caminho do lixo.

Karine Teles, a Madeleine de ‘Pantanal’, revela: “Ainda não tenho estabilidade financeira”

Ter em mente essa possibilidade de reaproveitar esses componentes é fundamental para a economia e proteção do meio ambiente. Chips, placas de vídeo e outros sistemas de alto desempenho utilizam metais escassos e seu aproveitamento é fundamental. A tendência a longo prazo é que esses componentes aumentem de preço devido à escassez da matéria-prima.

Descarte adequado

Por fim, considerando esse fato marcante sobre as limitações da disponibilidade de matérias-primas, o descarte adequado é fundamental. Dessa forma, buscar a melhor maneira de descartar os produtos eletrônicos pode ser a saída. Uma vez que seus componentes importantes podem ser separados e destinados adequadamente para outros fins.

Procure por postos de coleta para esses equipamentos, que às vezes podem ser devolvidos nas lojas em que foram comprados. Ademais, evitar o descarte em lixo doméstico ou orgânico é importante para não comprometer a coleta seletiva e a destinação adequada dessas matérias raras presentes nesses equipamentos.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os outros usos de aparelhos eletrônicos velhos e estragados procure formas de adequar a situação a você. Não deixe de economizar na compra de peças usadas, ou aproveitamento de peças em outros equipamentos. Ademais, procure por opções de venda ou locais de restauração se isso for uma opção para você. Por fim, caso nada se aplique aos seus interesses, dê a destinação correta à esses equipamentos.

Wanessa e Dado Dolabella contam com ‘fada xamânica’ para orientar relacionamento, diz colunista

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.