Acabou a liquidação? Dólar sobe e encosta nos R$5,00

0

Depois de mais de um mês cotado abaixo de R$5,00, o dólar voltou a encostar nessa faixa de preço na tarde dessa terça-feira, 26. Com isso, investidores passaram a apostar no fim do ciclo de baixa da moeda americana. Contudo, mais importante que tentar prever o futuro da moeda americana, é preciso entender o que está fazendo a moeda subir novamente.

Por isso, hoje vamos falar sobre o dólar e seu atual preço. Ainda, é importante lembrar que os fatores que mexem na moeda americana são passageiros e representam expectativas do mercado financeiro. Além disso, será que a moeda voltará a subir? O que fazer com isso?

Dólar de volta aos R$5,00?

O dólar atingiu o valor de R$4,99 no final do pregão dessa terça-feira, 26. Esse é o maior valor para a moeda desde o dia 20 de março, quando a moeda fechou cotada a R$5,02. No dia 21 do mês passado, a moeda operou em forte queda e encerrou o pregão aos R$4,94. Desde então, a moeda não ultrapassou mais a barreira dos R$5,00.

Contudo, o cenário mudou drasticamente. De lá para cá, o mundo viu a pandemia voltar com força na Ásia. Na China, o lockdown atingiu a cidade de Xangai, um dos principais centros econômicos do país. Na capital Pequim, o governo anunciou um teste em massa e, a depender do resultado, a cidade pode fechar também. Com isso, a segunda maior economia do mundo ficaria paralisada, afetando todo o planeta. Diante da notícia, os preços do petróleo chegaram a cair na sexta-feira, 22, e na segunda-feira, 25. A estimativa era que a demanda por petróleo cairia.

Além disso, o Banco Central Americano, chamado de FED, disse que aumentará os juros de sua economia. Isso quer dizer que os Estados Unidos pagarão mais aos investidores, o que faz com que a busca por dólares seja maior. Nesse aspecto, a expectativa é a de que o dólar continue subindo até o final do ano.

dólar
Foto: Reprodução

Mas não é tão simples assim

Contudo, apesar dos juros nos Estados Unidos, é importante lembrar que a economia americana não está muito boa. Por isso, o preço do dólar pode ficar mais instável do que o usual, principalmente no curto prazo. Por isso, especialistas sugerem o investimento em moeda americana, mas não diretamente na compra da moeda.

Isso porque o investimento na moeda americana, seja em empresas listadas por lá ou, ainda, em ETF que protegem seu dinheiro da variação do dólar, faz com que os rendimentos possam ser maiores. Além disso, ao investir em produtos dolarizados, você foge, em partes, da irracionalidade do mercado de câmbio, que vive de expectativas.

Além disso, a alta do dólar não passa longe da sua vida. No seu cotidiano, uma alta da moeda deixará a gasolina, os produtos do supermercado e todos os outros gastos mais caros. Por isso, a alta do dólar pressiona a inflação brasileira, o que diminui o seu poder de compra.

Por isso, com a alta do dólar, é importante que você comece a rever onde pode cortar, ainda mais, os seus gastos.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.