Tesouro Prefixado termina a semana com taxas acima de 12%

0

O Tesouro Prefixado atingiu um dos patamares mais altos dos últimos anos e fechou a semana com taxas de 12,20% ao ano. O rendimento, que pode ser bem superior aos produtos de renda variável, atrai investidores do mundo todo e, por isso, não devem manter essa atratividade por muito tempo. Por isso, é hora de comprar o título, segundo especialistas. Contudo, também é possível diversificar a carteira.

Por isso, hoje vamos falar das taxas do Tesouro Prefixado e abordar quem pode investir nesse ativo. Além disso, levantamos as principais dicas de especialistas, que afirmam que esse é um excelente momento para comprar esse ativo.

Tesouro Prefixado nas alturas

O Tesouro Prefixado fechou a semana com taxas de 12,20% ao ano para o vencimento em 2025. O rendimento pode ser maior que muitos ativos de renda variável. Por isso, ele vem ganhando a atenção não apenas de investidores comuns, mas também de grandes fundos de investimentos do Brasil e do mundo todo.

Isso porque a taxa desses produtos não ficava tão alta há muito tempo. No ano passado, os rendimentos ficaram próximos dos 12%, mas dificilmente chegaram a ultrapassá-los. Agora, o percentual pode ser uma excelente oportunidade para você ter bons rendimentos nos próximos 3 anos. Isso porque, com esse percentual, quem mantiver o ativo até o vencimento terá um retorno de 41,24% com o menor risco do mercado brasileiro.

Para começar a investir no Tesouro Prefixado, você precisa apenas ter uma conta em uma corretora. O valor mínimo do título é de R$37,00, aproximadamente. Além disso, o perfil exigido para esse investimento é o conservador, o que quer dizer que qualquer pessoa pode investir nele.

Além do Tesouro Prefixado com vencimento em 2025, existe o com vencimento em 2029, que está com uma taxa de 12,17% ao ano nessa sexta-feira, 22. Esses títulos de maior prazo são excelentes para quem quer começar a planejar a aposentadoria, dado que o vencimento estendido permite que você invista por mais tempo.

Tesouro Prefixado
Foto: Reprodução

Como montar o investimento ideal?

Mesmo que esteja com taxas bastante atrativas,  Tesouro Prefixado não deve ser o único ativo na sua carteira de investimentos. Isso porque analistas recomendam que você invista em diversos tipos de produtos, dado que isso também pode dar maiores retornos. Por isso, é preciso ficar atento aos outros títulos dentro do próprio Tesouro Direto.

Uma excelente dica do especialistas é investir metade do valor no Tesouro Prefixado e a outra metade no Tesouro IPCA+. Esse segundo título dá os rendimentos da inflação somados a uma taxa determinada na hora da compra do título. Nessa sexta-feira, 22, a taxa era de 5,33% ao ano. Com isso, você consegue uma taxa bastante boa atualmente, além de conseguir proteger o seu dinheiro de cenários com inflações altas, como a atual.

Ainda, um ponto positivo para esses títulos é que eles são extremamente seguros, dado que são pagos pelo próprio Governo Federal. Além disso, estudos apontam que títulos ligados à inflação renderam bem melhor que o Ibovespa nos últimos anos.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.