Saiba mais sobre a síndrome metabólica

0

Conhece a Síndrome Metabólica? Considerada uma doença da civilização moderna, está intimamente ligada à obesidade, como consequência da alimentação inadequada e do sedentarismo. Contudo, fatores genéticos também devem ser considerados.

O que é?

A síndrome reúne fatores de risco que se manifestam no indivíduo e aumentam exponencialmente as chances de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e derrames. Nesse sentido, a Síndrome Metabólica caracteriza-se pela presença de alterações como hipertensão arterial, aumento de circunferência abdominal, redução de HDL (colesterol bom), aumento de triglicérides e glicemia.

Fatores de risco da síndrome metabólica

  • Primeiramente, obesidade ou Sobrepeso
  • Sedentarismo
  • Alto consumo de alimentos industrializados, gorduras, açúcar, sódio.
  • Baixa ingestão de frutas, hortaliças e leguminosas
  • Por fim, tabagismo

Critério diagnóstico da síndrome metabólica

  • Nível de glicose: ≥ 100 mg/dL ou em tratamento para hiperglicemia
  • Nível de HDL-colesterol: Homens: < 40 mg/dL(homens),< 50 mg/dL(mulheres ou em tratamento para HDL baixo
  • Nível de Triglicérides: ≥ 150 mg/dL ou em tratamento para triglicérides elevados
  • Obesidade: Cintura ≥ 102 cm para homens ou ≥ 88cm para mulheres
  • Hipertensão: ≥130 x 85 mmHg ou em tratamento medicamentoso para hipertensão

Então, é possível observar a presença da síndrome metabólica também em pessoas com IMC normal; assim, pode-se dizer que a obesidade é fator de risco, mas não está presente na totalidade dos portadores.
Estudos mostram que a SM também pode estar relacionada a patologias, como esteatose hepática, câncer, depressão, doenças respiratórias e reumáticas.

Tratamento

  • A princípio, perda de peso – para melhorar o perfil lipídico, controlar a pressão arterial e a glicemia. Vai melhorar a sensibilidade à insulina, reduzindo assim o risco de doença cardiovasculares.
  • Alimentação saudável e equilibrada
  • Cessar tabagismo
  • Prática de exercício físico

O que fazer?

Sobretudo, a maioria das pessoas que têm a Síndrome Metabólica sente-se bem e não apresenta sintomas, contudo, possuem risco para o desenvolvimento de doenças graves. Por isso, mantenha uma alimentação adequada, pratique atividade física regularmente e consulte um médico para certificar que você está bem.

Por fim, veja também: Sintomas da Síndrome do Pânico e tudo o que você precisa saber.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.