Robô investidor: será que vale a pena?

0

Uma modalidade de investimentos bastante usada nos Estados Unidos, mas que ainda não tem muita adesão no Brasil. Estamos falando do robô investidor, um sistema de algoritmos que define momentos diferentes de compra e venda de produtos de investimentos para os clientes. Tudo isso acontece de forma automática, sem que haja a necessidade de analisar relatórios ou quaisquer outras ferramentas.

Porém, a facilidade vem acompanhada de uma enorme polêmica. Isso porque analistas acreditam que o uso de robô investidor pode ser arriscado. Contudo, a história e os dados mostram que, por vezes, eles podem tomar decisões mais acertadas. Diante do impasse, será que vale a pena usar essa ferramenta?

O que é um robô investidor?

Um robô investidor é uma ferramenta digital que decide, pelo investidor, os produtos financeiros adequados para seu perfil de investidor. Por isso, essa ferramenta promete facilitar a tomada de decisão de qualquer pessoa, seja ela uma conhecedora do mercado financeiro ou não. Para se ter ideia, nos Estados Unidos, cerca de 80% de todas as transações financeiras são feitas por esses robôs.

E atualmente existem diversos tipos de robôs no mercado financeiro. Isso porque existem o robô investidor voltado para as wealth finances (finanças duradouras, com investimentos para o longo prazo), mas também existem os robôs traders (que fazem operações de compra e venda em prazos curtíssimos de tempo, podendo durar apenas alguns minutos). Além disso, atualmente já existem automações que negociam a compra e venda de criptomoedas. Contudo, esse mercado ainda não é regulamentado pelos órgãos brasileiros, o que pode dificultar a transparência da plataforma.

De uma maneira geral, existem algumas características desses robôs que você deve sempre cuidar antes de investir neles. Isso porque muitos golpistas usam essas ferramentas para roubar dinheiro de vítimas. Porém, algumas dicas farão com que você não caia nesses golpes.

robô investidor
Foto: Pexels

Como identificar um produto bom?

Para identificar um robô investidor de qualidade, é preciso estudar bem onde você colocará o seu dinheiro. Contudo, uma dica interessante para quem busca esse tipo de ativo é investir em fundos de investimentos que tenham essa política. Atualmente, o mercado tem fundos que investem apenas com operações robotizadas.

Porém, se você quer investir de forma autônoma com robôs, é importante verificar alguns quesitos. O primeiro, e mais importante deles, é se o robô investidor está ligado a uma corretora e quantos anos de existência ele tem. Isso porque investimentos mais antigos tendem a ser mais aprimorados, o que também é bom para o seu dinheiro.

Além disso, é importante ver qual o tipo de robô investidor ele é. Dessa forma, é importante analisar se ele faz operações de curto prazo ou de longo prazo. Atualmente, a Warren utiliza um robô de investimento para selecionar os melhores fundos. Por outro lado, corretoras possuem robôs para operações de alguns minutos.

Por último, para o robô de investimento de curto prazo, é importante que você coloque valores baixos do seu patrimônio, onde perdas não sejam expressivas em dinheiro e também não sejam relevantes no seu orçamento.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.