Programa Alimenta Brasil faz novas entregas; confira o destino e o investimento

São mais de R$ 10 milhões em investimentos do Ministério da Cidadania

0

O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, esteve em Guarulhos (SP) nesta segunda-feira (27), para a entrega simbólica de 10 caminhões-baú do Programa Alimenta Brasil e de 17 maquinários (entre pás carregadeiras e motoniveladoras) voltados para o fomento da produção agrícola e pecuária.

Na ocasião, o ministro assinou ainda termos de liberação de recursos para ações de desenvolvimento social e infraestrutura esportiva no estado. Ao todo, são mais de R$ 10 milhões em investimentos.

Programa Alimenta Brasil

O evento ocorreu na sede da prefeitura de Guarulhos e reuniu deputados federais, prefeitos, parlamentares estaduais e vereadores.

Também esteve, pelo Ministério da Cidadania, o secretário especial do Desenvolvimento Social, Robson Tuma.

A saber, os dez caminhões baú são resultado de investimento de R$ 1,8 milhão e vão fazer parte do cotidiano de Itapecerica da Serra, Martinópolis, Atibaia, Avaré, Catanduva, Guarulhos, Jaboticabal, João Ramalho, Santa Rosa do Viterbo e Tabapuã.

“O Alimenta Brasil é uma das portas de saída do Auxílio Brasil. O Ministério da Cidadania garante a compra direta da produção do pequeno agricultor, do agricultor familiar. Aumentamos o valor dessa compra para até R$ 12 mil por ano. Ou seja, R$ 1 mil por mês. Esse produto é distribuído na rede socioassistencial, na merenda escolar, nas cozinhas comunitárias”, explicou Ronaldo Bento.

Para o prefeito em exercício de Guarulhos, Jesus Roque de Freitas, o programa do Governo Federal tem papel estratégico no município.

“Ele incentiva a produção de produtos agropecuários da agricultura familiar, através da garantia de compra dos produtos, e os alimentos vão amparar as necessidades da suplementação alimentar dos cidadãos em risco de vulnerabilidade social”, explicou.

Outras entregas, entregas

As 15 pás-carregadeiras, viabilizadas a partir de um aporte de R$ 4,9 milhões, vão dar consistência ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional nos municípios de Jarinu, Presidente Venceslau, Osvaldo Cruz, Atibaia, Itaí, Cássia dos Coqueiros, Guaíra, Guarujá, Jaguariúna, Jundiaí, Palmares Paulista, Piraju, Presidente Pudente, Santa Albertina e Vinhedo.

Duas motoniveladoras serão destinadas a Dracena e São José dos Campos, com valor total de investimento de R$ 1,2 milhão. Parte dos investimentos anunciados nesta segunda resulta de emendas parlamentares, como as capitaneadas pelo deputado federal Marcos Pereira.

Solidariedade e doações

Segundo o ministro Ronaldo Bento, além de garantir a compra do agricultor familiar e de fomentar as ações de segurança alimentar a populações em condição de vulnerabilidade, o Alimenta Brasil ajuda a incentivar a solidariedade e a evitar o desperdício de alimentos.

“A solidariedade é um traço importante do brasileiro. Quando o agricultor familiar produz lá a mandioca, a banana, ele entrega parte ao Banco de Alimentos, mas o que sobra compartilha com o vizinho, com a vizinha. Isso faz com que a economia do município cresça e a gente combata a fome de maneira produtiva”, ressaltou o ministro.

O ministro lembrou que os caminhões do programa Alimenta Brasil facilitam inclusive a logística de doações feitas por empresários em torno do Brasil Fraterno – Comida no prato, outra vertente das ações de segurança alimentar do Ministério da Cidadania.

“Esse caminhão pode passar no supermercado, pegar alimentos que já estão próximos do prazo de validade, que o empresário agora pode doar de forma ágil e com isenção de ICMS, para que esses produtos cheguem à mesa de quem mais precisa”, completou Ronaldo Bento.

Infraestrutura esportiva

O evento em Guarulhos também marcou a assinatura de Termos de Liberação de Recursos da União para municípios paulistas em áreas ligadas à infraestrutura esportiva e ao desenvolvimento social. No total, são R$ 2,9 milhões divididos entre os municípios de Lins, Jaú, Tupã, Ipuã, Barra Bonita, Cravinhos e Cotia.

Os investimentos envolvem reformas de campos de futebol, alojamentos, construções de praças de esporte, implantação de equipamentos públicos, vestiários e, na área de desenvolvimento social, a implantação de um Centro de Referência de Assistência Social.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério da Cidadania

Leia também: Empréstimo consignado a beneficiários de programas sociais pode ser votado nesta terça

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.