Paralisia facial: o que pode causar e como tratar

Entenda como funciona e formas de tratamento para a paralisia facial

0

A paralisia facial também chamada de paralisia periférica é uma alteração neurológica que ocorre quando o nervo facial é afetado por alguma razão. Os sintomas mais visíveis são a boca torta, dificuldade de movimentar os músculos faciais ou um simples formigamento no rosto.

Na maioria dos casos, esse pode ser um problema temporário que surge por causa de uma inflamação do nervo facial que ocorre tanto por uma infecção viral quanto por doenças imunes como a doença de Lyme.

Caso tenha notado quaisquer sintomas mencionados acima, saiba que é necessário recorrer urgentemente ao clínico geral para que seja iniciado o tratamento. Caso os sintomas descritos sejam acompanhados de fraqueza, febre ou desmaio repentino, procure um pronto socorro, já que esses são sinais de um possível AVC (Acidente Vascular Cerebral). Confira mais desse assunto aqui no Brasil 123.

O que pode causar paralisia facial

A paralisia facial, como foi dito acima, é decorrente da inflamação dos nervos do rosto e isso deixa os músculos estagnados, sem movimentos. Algumas causas que podem levar à paralisia facial em casos mais extremos são:

  • Estresse excessivo;
  • Traumatismo craniano;
  • Infecção por vírus como herpes simples, herpes zoster ou citomegalovírus;
  • Consequência de outras doenças imunes.

Desse modo, a paralisia facial pode acontecer tanto no trajeto do nervo facial dentro do cérebro ou fora dele. Quando acontece no interior do cérebro, essa é uma possível consequência de AVC e quando acontece na face é chamada de paralisia facial de Bell ou periférica e pode ser mais fácil de tratar, como veremos a seguir.

Como tratar paralisia facial

como tratar e quais são as causas da paralisia facial - reprodução unsplash
como tratar e quais são as causas da paralisia facial – reprodução unsplash

Em geral, o tratamento é feito com o uso de medicamentos baseados em corticoides que, por sua vez, precisam ser orientados por médicos. Dois exemplos de medicamentos que são prescritos para o tratamento de paralisia facial são prednisona e valaciclovir. No entanto, esse último é usado apenas em alguns pacientes.

Ademais, o paciente também deve passar por consultas de fisioterapia e usar colírios para prevenir os olhos secos que são comuns em casos de paralisia facial, já que piscar é mais difícil nessas condições de saúde.

Na hora de dormir, o tratamento de paralisia facial deve ser realizado com pomada indicada por médicos e o uso de vendas é necessário para proteger a região dos olhos. Além disso, quem sofre com dores causadas pela paralisia facial também podem ter que ingerir analgésicos como ibuprofeno, por exemplo.

Paralisia facial precisa fazer fisioterapia?

Sim, a fisioterapia não é voltada apenas para os músculos de braços e pernas. Sendo assim, até mesmo a paralisia facial pode ser tratada por esse procedimento. Tanto para o fortalecimento dos músculos como para melhorar as expressões faciais, a fisioterapia deve ser realizada diariamente para potencializar as chances de melhorias.

Por causa disso, é importante manter os exercícios aplicados em sessões de fisioterapia até mesmo quando estiver em casa. Em alguns casos, o tratamento de paralisia facial pode requerer até mesmo consultas com um fonoaudiólogo, já que sintomas como a boca torta podem diminuir consideravelmente a capacidade de fala do paciente.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.