O que é taxa SELIC? Entenda de uma vez e veja como ela impacta seu dinheiro

Conheça agora a taxa SELIC e os impactos que ela traz

0

Sabemos que a taxa SELIC é usada para controlar a inflação no país. Como será que isso acontece? Você sabe o que é a taxa SELIC? Para que ela serve? Como ela impacta no seu dinheiro? Estas são as perguntas que pretendemos responder hoje, aqui, no Brasil 123.

O que é a taxa SELIC?

SELIC significa Sistema Especial de Liquidação e de Custódia e representa a média de juros que o governo do Brasil paga pelos empréstimos que realiza usando os bancos. É a base para as definições das taxas de crédito a outros bancos e aos consumidores.
Se essa taxa sobe, sobe junto os juros para os clientes dos bancos. Assim, ela controla a inflação, pois subindo os juros, a tendência é que o consumo diminua, e assim, os preços também diminuem.
Agora, se os juros caem, as pessoas passam a consumir mais, e os empresários vendem mais e investem na própria empresa ou ampliação, gerando mais empregos. Pois, com os juros baixos, não vale a pena investir.
Assim, a taxa SELIC impacta na economia, pois:

  • Controla a inflação
  • Tem impacto direto sobre o custo do crédito (empréstimos e financiamentos)
  • Tem impacto sobre o rendimento dos investimentos (com a taxa SELIC baixa, os investidores, buscam na renda variável o aumento da rentabilidade)
  • Impacta os gastos do governo.
  • Gera atratividade do país para os investidores (uma taxa SELIC alta atrai capital estrangeiro, tendo em vista a promessa de maior retorno).
Como a taxa SELIC impacta seu dinheiro - Reprodução AdobeStock
Como a taxa SELIC impacta seu dinheiro – Reprodução AdobeStock

E daí, como a taxa SELIC impacta no seu dinheiro?

O impacto dessa taxa no seu dinheiro, incide diretamente no custo do crédito. Pois, para adquirir empréstimos e financiamentos, com essa taxa em alta, os juros vão ser maiores, ou seja, os bancos vão cobrar mais juros nos empréstimos e financiamentos.
Outro fator de aumento dos juros de crédito, é quando as taxas de inadimplência estão altas, e assim, a tendência é dos bancos compensarem os riscos e perdas elevando os juros.

Quando você realiza investimentos, alguns deles estão ligados à taxa SELIC, então, em caso de queda, os dividendos também caem.
Assim, apresentamos os investimentos que estão diretamente ligados a ela:

  • Tesouro SELIC: paga dividendos ao investidor no final do vencimento do papel, de acordo com a taxa SELIC.
  • Poupança: a regra é: SELIC maior que 8,5% ao ano: rendimento da poupança é 0,5% ao mês + a TR (taxa referencial); e se a SELIC for menor ou igual a 8,5% ao ano: rendimento da poupança é 70% da taxa SELIC.
  • CDI: o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) orienta os juros que os bancos pagam entre si, com garantias próprias. Então se a SELIC estiver em alta, o CDI também estará.
  • CDB: retorna ao investidor parte da taxa do CDI, ou seja, algumas aplicações em CDB’s rendem 120% do CDI, por exemplo.

Agora que você já sabe o que é a taxa SELIC, e como ela impacta no seu dinheiro, tenha clareza de que essa taxa é a que movimenta o país, através do controle da inflação e dos investimentos no Brasil.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.