Lucro da Petrobras chega a R$ 44,5 bilhões no 1º trimestre e bate recorde

Valor é o maior já registrado por uma empresa de capital aberto nos três primeiros meses de um ano; Bolsonaro critica alta dos combustíveis

0

Petrobras alcançou uma marca recorde no primeiro trimestre deste ano. A saber, a estatal registrou um lucro líquido de R$ 44,561 bilhões nos três primeiros meses de 2022. Aliás, o valor superou em 3.718,4% os ganhos do primeiro trimestre de 2021, que chegaram a R$ 1,167 bilhão.

De acordo com um levantamento elaborado por Einar Rivero com a plataforma da TC/Economatia, trata-se do maior lucro já divulgado por uma empresa de capital aberto para o primeiro trimestre.

“Este resultado financeiro deve-se ao fato de termos agora uma Petrobras saneada, que reduziu os encargos com pagamento de dívida, investe com responsabilidade e opera com eficiência”, disse o presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, em comunicado divulgado pela empresa.

A propósito, o resultado da estatal superou as estimativas de analistas, que projetavam um lucro de R$ 43,48 bilhões nos três primeiros meses do ano.

Por falar nisso, o mercado já esperava um número bastante expressivo para o período. Em resumo, a elevação internacional dos preços do petróleo, impulsionou as ações da Petrobras na Bolsa Brasileira. Ao mesmo tempo, a valorização do real ante o dólar também contribuiu para o crescimento do lucro da estatal no trimestre.

Presidente Bolsonaro volta a criticar reajuste dos combustíveis

Nesta quinta-feira (5), o presidente da República e pré-candidato à reeleição, Jair Bolsonaro, afirmou que os lucros da Petrobras são “um estupro”. Segundo ele, os altos preços dos combustíveis beneficiam os estrangeiros, enquanto a população brasileira paga a conta.

“O Brasil, se tiver mais um aumento (no preço dos combustíveis), pode quebrar o Brasil. E o pessoal da Petrobras não entende, ou não quer entender. A gente sabe que tem leis. Mas a gente apela para a Petrobras que não aumente os preços”, disse Bolsonaro durante uma transmissão ao vivo por redes sociais um pouco antes da divulgação dos dados da estatal.

“Petrobras, estamos em guerra. Petrobras, não aumente mais o preço dos combustíveis. O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo. Vocês não podem aumentar mais os preços dos combustíveis”, acrescentou.

Leia Também: Balança comercial tem superávit de US$ 8,1 bilhões em abril

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.