Especialista explica despertar do Ether que levou a alta inimaginável

0

Nesta tarde (11), o Ether está com queda de 3%, custando cerca de R$21,169.46, valor equivalente a 0.07176 BTC. A capitalização de mercado totalmente diluída também está em queda na faixa de R$ 2,442,674,111,386. O volume nas últimas 24 horas teve um aumento de 11,3% e chegou a R$ 320,551,854,856.  Os dados pertencem ao portal Coinmarket

Um dos fatores que mais chamam a atenção é a valorização do Ether para mais de R$ 10000 em um mês, valor equivalente a mais de 350%.

Enquanto isso, o Bitcoin continua em queda e desvalorização constante: os tempos de ouro parecem ter acabado e não demonstra mais chance de ter novas valorizações como a última que chegou a R$ 360 mil.

Isso acontece por vários motivos, especialmente pela variedade de criptomoedas que estão tendo destaque no mercado e possibilitam maiores lucros. 

ETC valorizou tanto quanto o Ether

A criptomoeda ETC valorizou tanto quanto o Ether neste mesmo espaço de tempo: chegou a aumentar mais de 600% em um mês. Muitos investidores de Bitcoin decidiram migrar para opções mais em conta e menos arriscadas.

O preço atual é de R$580.49 e a capitalização de mercado diluída desvalorizou cerca de 5% para R$ 122,002,036,092. No caso do volume de mercado, o aumento foi de 14% e mostra o aumento dos investimentos: R$ 74,663,975,308.

“O número de aportes únicos diários no ETC diminuiu constantemente entre 2018 e 2020, e só recentemente, em 2021, aumentou em meio a uma recuperação mais ampla do mercado de cripto ativos, de acordo com dados da BitInfoCharts”, disse o analista Martin Gaspar.

Nesta semana, o Ethereum Classic ganhou 300% de aumento e os traders correram para comprar. No entanto, acabaram comprando o ETC.

Muitos viram o erro somente depois de adquirir e esse também foi um dos motivos pelo aumento repentino de volume. Atualmente, o ETC é a décima terceira maior moeda digital em escala mundial enquanto o Ether está entre as primeiras. 

“BTC, ETH e todo o mercado continuam bombeando e bombeando, surreal”, resumiu Simon Dedic, sócio-gerente da consultoria de blockchain.

 

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.