Empresários industriais sofrem com a falta e o alto custo de insumos

CNI revela que 58,8% dos empresários do país citam estes como os principais desafios enfrentados pela indústria

0

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) revelou que 58,8% dos empresários industriais do país enfrentaram grandes problemas no primeiro trimestre deste ano. A saber, as dificuldades se referem, principalmente, ao abastecimento de insumos e de matérias-primas para o setor.

Embora o percentual seja bastante expressivo, é menor que o registrado no trimestre anterior (60,6%). Seja como for, este cenário evidencia que os desafios enfrentados pela indústria brasileira permanecem fortes. Inclusive, a CNI também revelou que outros três problemas começaram a despontar como desafios para o setor.

Em resumo, a pesquisa ouviu 1.842 empresas entre 1º e 11 de abril. Dentre os entrevistados, 25,5% dos empresários afirmaram citaram a demanda interna insuficiente para as atividades realizadas. O percentual superou o patamar registrado nos últimos três meses do ano passado (23,1%).

O segundo problema que também vem crescendo em relação à percepção dos empresários são as taxas de juros elevadas. Segundo o levantamento, o indicador saltou de 14,2% no quarto trimestre de 2021 para 20,8% nos três primeiros meses deste ano.

Já o terceiro problema enfrentado pelas indústrias brasileiras que vem crescendo cada vez mais são as dificuldades na logística de transporte. Nesse caso, 13,8% dos empresários industriais do país citaram o problema, taxa superior aos 11,8% registrados no último trimestre do ano passado.

Produção da indústria cresce, mas demanda segue fraca

Apesar do fortalecimento de novos desafios para a indústria brasileira, a falta ou o alto custo da matéria prima continua como o principal problema enfrentado. Para se ter uma ideia, o segundo desafio mais citado pelos empresários foi a elevada carga tributária do país, mas o percentual caiu de 33,2% para 30,4% entre os trimestres.

“A dificuldade de acesso à matéria-prima começa a ter uma pequena redução e o problema de demanda fica mais evidente. É realmente uma situação muito complicada”, disse Marcelo Azevedo, gerente de Análise Econômica da CNI.

Em suma, ele explicou que a indústria brasileira ainda sofre muito com a falta e os altos custos dos insumos. Contudo, a situação parece seguir para uma mudança, com a oferta começando a se ajustar, mas a demanda ainda insuficiente. Em outras palavras, a indústria está elevando sua produção, mas a busca por itens industriais está mais fraca.

Leia Também: Serasa oferece negociação de dívidas em até 12 vezes; veja como

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.