Datena afirma que terá o apoio de Bolsonaro para concorrer ao Senado neste ano

Datena ainda foi questionado até quando continuará na televisão. De acordo com o apresentador, ele ficará na Band até quando puder

0

José Luiz Datena (PSC), apresentador da “TV Bandeirantes”, afirmou nesta sexta-feira (13) que será candidato ao Senado pelo estado de São Paulo e contará com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL). A informação foi confirmada pelo apresentador depois que Bolsonaro se encontrou com aliados políticos em São Paulo, na casa o ex-presidente da Fiesp, Paulo Skaf, na, Zona Sul da capital paulista.

“Única coisa que posso adiantar é que o presidente confirmou a chapa. Para governador e para o Senado, Tarcísio de Freitas e eu. Confirmou os dois”, declarou Datena, que ainda foi perguntado se manterá a candidatura e a entrada na política até o fim após ter desistido diversas outras vezes.

“Qual a dúvida? Muita gente já desistiu de muita coisa e depois não desistiu. Desta vez, vou”, afirmando Datena, que ainda comunicou que pretende trabalhar na “Rede Bandeirantes” o máximo que puder, ou seja, até o limite estabelecido pela Justiça Eleitoral, para somente depois disso, passar a se dedicar à campanha eleitoral. “No tempo certo, no último dia”, disse.

Desistências de Datena

Nos últimos anos, Datena foi filiado a inúmeros partidos e também cotado para disputar vários cargos. No entanto, em todas as oportunidades, ele acabou desistindo dos planos bem na reta final das alianças políticas.

No ano de 2015, por exemplo, ele foi anunciado como pré-candidato do PP à Prefeitura de São Paulo. No entanto, acabou desistindo, assim como em 2018, quando ele lançou sua candidatura ao Senado pelo DEM, mas anunciou a desistência cerca de um mês depois.

Neste ano, o apresentador estava filiado ao União Brasil e o intuito já era concorrer ao Senado por São Paulo. Todavia, Datena iria integrar a chapa do governador Rodrigo Garcia (PSDB). No entanto, os planos mudaram e ele acabou mudando de legenda, indo para o PSC e iniciando a aproximação com o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) para ter o apoio de Bolsonaro no estado de São Paulo.

Leia também: Bolsonaro diz que vai à Justiça para obrigar que a Petrobras reduza o preço dos combustíveis

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.