Auxílio Brasil: Quem teve o benefício cancelado pode contestar; veja como

Confira o canal para entrar com a sua solicitação

0

A rodada de maio do Auxílio Brasil já está bem próxima, afinal, faltam apenas 6 dias para o seu início. No entanto, existem cidadãos aflitos, que tiveram o bloqueio do benefício. E para esse público cabe informar que existe uma forma de contestar esse resultado.

Quer saber mais a respeito? Então é só continuar a leitura deste artigo.

Auxílio Brasil: Quem teve o benefício cancelado pode contestar; veja como
Auxílio Brasil: Quem teve o benefício cancelado pode contestar; veja como – Imagem: Shutterstock

Auxílio Brasil bloqueado

O canal para a contestação do bloqueio no Auxílio Brasil é a Defensoria Pública da União (DPU).

Desse modo, você deve se dirigir pessoalmente até uma sede oficial, levando consigo os documentos pessoais, com foto, e detalhar ao defensor todo o ocorrido, manifestando o seu interesse em entrar com uma solicitação de contestação.

Vale lembrar que na ocasião dos pagamentos do Auxílio Emergencial, havia um canal específico, dentro de um determinado prazo, que permitia a entrada da contestação até de forma online. No entanto, esse mesmo mecanismo não é aplicado para o Auxílio Brasil.

Para saber onde existe uma sede à qual você possa se dirigir, basta visitar o site da Defensoria Pública da União do seu estado.

Solicitação ao Ministério da Cidadania

Vale destacar que a DPU enviou ao menos dois ofícios para o Ministério da Cidadania nos últimos meses, solicitando que seja aberto aos cidadãos um canal mais simples para a abertura dos pedidos de contestação. Contudo, até o momento, não há nenhuma previsão de tal disponibilidade.

Dicas simples para evitar o bloqueio do Auxílio Brasil

O principal ponto a ser observado, claro, além de seguir dentro das regras do Auxílio Brasil, como o enquadramento nas faixas de pobreza e extrema pobreza, é manter o registro do Cadastro Único o mais atualizado possível.

Isso pode evitar qualquer tipo de inconsistência de informações que possa fazer com que o Ministério da Cidadania bloqueie o benefício.

Dessa forma, qualquer que seja a alteração dos seus dados ou estrutura familiar, providencie de imediato essa atualização no registro do Cadastro Único. Por exemplo, se teve mudança de endereço, nascimento na família, entre outros.

Não deixe a atualização para depois, garanta o seu Auxílio Brasil.

Confira também: FGTS: Valor foi liberado e perdi a data do saque, e agora?

1.5/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.